Pular para o conteúdo principal

Exposição mostra percurso de Lu Marini por 22 estados brasileiros durante nove anos

Em fotos, vídeos e objetos, 15.042 quilômetros de terras brasileiras são expostos. O caminho corresponde à rota do piloto Lu Marini, que, por nove anos, viajou por 22 estados em seu paramotor. Sob curadoria de Gabriela Alejandra Nebot, a exposição "Pelos Ares: 15.042km de Brasil" mostra aos visitantes o Atlântico, o Pantanal, a Transamazônica, o Rio Tietê, o Rio São Francisco e o Rio Doce. A abertura da exposição será nesta quinta-feira, e ela poderá ser visitada até o dia 2 de julho.
 
Para marcar a abertura da visitação, o piloto autor do material estará presente para visitação guiada do público. Haverá ainda um simulador de realidade virtual que permitirá que os visitantes se sintam voando como Marini em seu paramotor ao percorrer paisagens brasileiras. A mostra leva seu público para ver de cima desde áreas polêmicas como a Transamazônica e o Rio Doce até a realidade da população que vive às margens de um dos rios mais poluídos do País e as belezas do litoral brasileiro de norte a sul.
 
Trazendo à tona o debate em volta de descasos sociais e ambientais e da relação entre o homem e a natureza, o objetivo da exposição “Pelos Ares” é promover a reflexão e a empatia em seu público, assim como a luta por um mundo mais humano, em que podemos nos colocar no lugar um do outro e ver de outro ângulo os ambientes brasileiros. A entrada na exposição é gratuita. 
 
Serviço
  
Pelos Ares: 15.042km de Brasil
 
Quando: abertura na quinta-feira, 4 de maio, às 19h e visitação de terça a sábado, das 10h às 20h e domingo, das 12h às 19h
 
Onde: CAIXA Cultural Fortaleza (Av. Pessoa Anta, 287, Praia de Iracema)
 
Mais informações: (85) 3453 2770 
 
Entrada Gratuita 
 
Redação O POVO Online 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Participe da Coletânea "100 Poetas e 100 Sonetos"

O Instituto Horácio Dídimo de Arte, Cultura e Espiritualidade está selecionando 100 poetas para compor a Coletânea “100 Poetas e 100 Sonetos”. Os sonetos são de tema livre e devem ser metrificados em qualquer tamanho ou estilo, rimados ou não. 

Não haverá taxa de inscrição e nem obrigatoriedade de aquisição do livro pelos participantes, que em contrapartida cedem seus direitos autorais. 

A data e local do lançamento da coletânea serão definidos posteriormente. 

Para participar, envie o seu soneto para o email ihd@institutohoraciodidimo.org ou pelo formulário até 10/07/2019 com uma breve biografia.

Por https://institutohoraciodidimo.org/2019/06/11/coletanea-100-poetas-e-100-sonetos/

O Natal em Natal (RN), a capital potiguar fundada em 25 de dezembro de 1599

Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto 'O Natal em Natal'.
Considerada uma das maiores e mais bonitas do Brasil, a Árvore de Natal instalada no bairro de Mirassol encanta a natalenses e turistas. (Alex Regis/ Secom Natal)
Os moradores da capital do Rio Grande do Norte têm um motivo a mais para se alegrar e vivenciar esta época do ano. Afinal, eles celebram o “Natal em Natal”. Aliás, a capital potiguar recebeu este nome devido a data da sua fundação: 25 de dezembro de 1599. Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto “O Natal em Natal”, promovido pela prefeitura municipal. Ao todo, segundo a prefeitura, são mais de 40 eventos que contemplam dança, música, teatro, audiovisual, artesanato, gastronomia e outras manifestações culturais.
Na zona sul da capital, foi acessa, no dia 3 de dezembro,  a tradicional “árvore de Mirassol”, com 112 metros de altura, ornamentada com enfeites nos formatos de …

POPE FRANCIS GENERAL AUDIENCE 2016.06.08