Fortaleza realiza primeira caminhada em prol da adoção no domingo

O movimento acontece em mais 24 cidades do Brasil. Em Fortaleza, a I Caminhada da Adoção acontece  a partir das 16 horas, com concentração no Aterrinho da Praia de Iracema

Foto: Divulgação / Evento
Maio é o mês da Adoção e para fortalecer este movimento pela garantia do direito à convivência familiar e comunitária de crianças e adolescentes, os Grupos de Apoio à Adoção de todo o Brasil realizam  caminhadas no próximo domingo, dia 21 de maio. As caminhadas que acontecem em todos os Estados, organizado pela associação Nacional dos Grupos de Apoio À Adoção (Angaad), pretende dar visibilidade À causa. Em Fortaleza, a I Caminhada da Adoção acontece  a partir das 16 horas, com concentração no Aterrinho da Praia de Iracema.

O evento é uma realização dos Grupos de Apoio À Adoção do Ceará, a Acalanto Fortaleza e Rede Adotiva, com o objetivo de  sensibilizar a sociedade para a importância de que toda criança e adolescente viva em família e, ainda, divulgar e quebrar os tabus e preconceitos acerca da filiação adotiva.  Para tanto, durante a caminhada, de um quilômetro de extensão, voluntários das duas entidades estarão panfletando e  tirando dúvidas sobre o processo de adoção.

A Caminhada é aberta à sociedade em geral, famílias por adoção, pretendentes, apoiadores, profissionais da rede,  estudantes e simpatizantes da causa. Como o objetivo é integrar todos os públicos, o percurso não é extenso, vai do Aterrinho ao Aterro da Praia de Iracema,  para garantir a participação das crianças. A programação contempla uma sessão de alongamento com a educadora física Cleane Vieira, venda de kits exclusivos com camiseta e viseira, blusas dos grupos e finaliza com uma linda revoada de pipas com as crianças. A ideia é colorir o céu com os tons da atitude adotiva.

Esta é uma das atividades que marcam o mês da adoção. Nos dia 19, 20 e 21, no Shopping Iguatemi, haverá uma ação de sensibilização promovida pela Comissão Estadual Judiciária de Adoção Internacional (Cejai) do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), em parceria com o Ministério Público, Defensoria Pública e os Grupos de Apoio À Adoção. Lá serão ofertados esclarecimentos sobre procedimentos de como adotar, estarão recebendo documentação para a inclusão de pretendentes ao Cadastro Nacional de Adoção, apresentações de adolescentes acolhidos, exibição de vídeos e  demais serviços sobre o tema. No dia 25 de maio haverá uma audiência pública, na Assembléia Legislativa do Estado do Ceará, para discutir a implantação do Cadastro Nacional de Adoção em todos os municípios.

Dia Nacional da Adoção
Comemorado em 25 de maio, O Dia Nacional da Adoção é marcado pela luta da proteção do direito de cada criança e adolescente de viver no seio de uma família que o ame e o proteja. Foi instituído em 1996, no I Encontro Nacional de Associações e Grupos de Apoio à Adoção (ENAPA), que aconteceu nos dias 24 e 25, em Rio Claro –SP. Seis anos mais tarde, em 2002, a lei foi sancionada sob o nº 10.447. Este ano, de 15 a 17 de junho, Fortaleza sediará o Encontro Nacional, que se tornou o mais importante evento sobre adoção do Brasil.
Os Grupos de Apoio à Adoção (GAAs) e a Associação Nacional dos Grupos de Apoio à Adoção (ANGAAD) têm ampliado o debate na sociedade sobre os estereótipos e preconceitos relacionados à filiação adotiva, inaugurando uma nova cultura da adoção, privilegiando os interesses da criança e do adolescente, estimulando as adoções necessárias e trabalhando politicamente pelos direitos não só das crianças e adolescentes, mas também dos pais e mães adotivas.

Adoção no Ceará
De acordo com o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), o Ceará ocupa o quinto lugar no ranking de adoções pelo Cadastro Nacional de Adoção (CNA) no Brasil com 52 processos realizados em 2016. O número é maior que em 2015, quando foram 34 adoções, representando um crescimento de 52,9%. No entanto, esses dados mostram, ainda, que todas as adoções aconteceram em Fortaleza. Em muitos municípios do Estado, o CNA não saiu do papel. Portanto, se faz necessário, ainda, ressaltar a necessidade de se falar dos procedimentos que a legislação garante para a uma adoção legal, segura e para sempre.
De acordo com o CNJ, são 535 pretendentes á adoção no Ceará e 192 crianças e adolescentes disponíveis para recolocação em uma família adotiva.

Serviço:
Caminhada da Adoção
Data: 21/5
Horário: 16h (Concentração no Aterrinho da Praia de Iracema)
Percurso: Do Aterrinho ao Aterro da Praia de Iracema
Finaliza a caminhada com Revoada de pipas
Realização: Rede Adotiva e Acalanto Fortaleza
Mais informações:  (85) 98854.1632 e 98900.1390
Facebook: acalanto
Facebook: Rede Adotiva
Com informações da Assessoria de Comunicação
Boa Noticia
 
 

Comentários

Mais Visitadas

Dentro da rotina das redes sociais, mulheres dividem as dificuldades e os pontos positivos de expor a maternidade

A Palavra Não

LAMENTAÇÕES DE UM LÁPIS

Livros com temática de direitos humanos são vandalizados na UnB