Pular para o conteúdo principal

ONG lança serviço que checa notícias falsas sobre câncer

O serviço é essencial no processo contra os casos de boatos ( Foto: Divulgação )
O tratamento do câncer pode ser prejudicado pelo fenômeno da disseminação de notícias falsas. A fim de combater essa divulgação errada nas redes sociais, o Instituto Oncoguia, organização que dá apoio a pacientes com câncer, lançou um serviço de checagem de informações onde os internautas podem saber a procedência antes de compartilhar uma informação.
"A circulação de notícias falsas sobre o câncer provoca confusão e pode levar a impactos graves no tratamento de um paciente e até fazê-lo consumir produtos que podem interagir com o medicamento oficial", explica a psicóloga e presidenta do Oncoguia, Luciana Holtz. 
O funcionamento é simples. A pessoa interessada pode encaminhar para o instituto, as notícias sobre um novo tratamento ou uma nova forma de prevenção contra o câncer que lhe parecerem falsas. Basta apenas enviar o link da notícia ou uma imagem que esteja anexada ao texto descrevendo o possível tratamento, por meio do WhatsApp do instituto no número (11) 987900241.
O Oncoguia vai, então, encaminhar aquela dúvida para médicos associados e, em até 48 horas, o resultado é enviado ao solicitador. Se a notícia vier a ser verdadeira, o internauta pode compartilhá-la com a hashtag #oncoguiaconfirma. Se for falsa, poderá evisar a quem publicou a matéria que aquilo não procede.
O serviço é essencial no processo contra os casos de boatos. Como o que circulou por WhatsApp e pelo Facebook dizendo que casos de câncer de tireoide em mulheres estariam aumentando por causa da realização de mamografias e radiografias odontológicas. A informação falsa foi divulgada em um vídeo, inclusive atribuída ao médico Drauzio Varella.

Diário do Nordeste

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O Natal em Natal (RN), a capital potiguar fundada em 25 de dezembro de 1599

Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto 'O Natal em Natal'.
Considerada uma das maiores e mais bonitas do Brasil, a Árvore de Natal instalada no bairro de Mirassol encanta a natalenses e turistas. (Alex Regis/ Secom Natal)
Os moradores da capital do Rio Grande do Norte têm um motivo a mais para se alegrar e vivenciar esta época do ano. Afinal, eles celebram o “Natal em Natal”. Aliás, a capital potiguar recebeu este nome devido a data da sua fundação: 25 de dezembro de 1599. Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto “O Natal em Natal”, promovido pela prefeitura municipal. Ao todo, segundo a prefeitura, são mais de 40 eventos que contemplam dança, música, teatro, audiovisual, artesanato, gastronomia e outras manifestações culturais.
Na zona sul da capital, foi acessa, no dia 3 de dezembro,  a tradicional “árvore de Mirassol”, com 112 metros de altura, ornamentada com enfeites nos formatos de …

POPE FRANCIS GENERAL AUDIENCE 2016.06.08

Campus Party 2018 vendeu 30% a mais de ingressos que edição anterior

A feira de tecnologia Campus Party Brasília 2018 foi encerrada hoje (1°), após ter reunido milhares de pessoas em torno de palestras, oficinas e atividades com temas como o uso da tecnologia da computação, robótica, empreendedorismo e startups. Essa é a segunda edição do evento em Brasília, que começou no dia 27 de junho, no Estádio Nacional Mané Garrincha. Antes prevista para acontecer de 30 de maio a 3 de junho, a feira foi adiada para esta semana por causa da greve dos caminhoneiros. De acordo com o diretor da Campus Party Brasil, Tônico Novaes, o evento contabilizou um volume de vendas de ingressos pelo menos 30% maior que a primeira edição da Campus Party em Brasília, realizada no ano passado.  Para Tônico Novaes, a edição no Distrito Federal se destacou pela elevada participação e envolvimento dos que estão no evento.  “Os campuseiros daqui são realmente engajados no conteúdo. Andando por aqui você vai ver todos os workshops e bancadas cheias e a estrutura está bem maior que a …