ONG lança serviço que checa notícias falsas sobre câncer

O serviço é essencial no processo contra os casos de boatos ( Foto: Divulgação )
O tratamento do câncer pode ser prejudicado pelo fenômeno da disseminação de notícias falsas. A fim de combater essa divulgação errada nas redes sociais, o Instituto Oncoguia, organização que dá apoio a pacientes com câncer, lançou um serviço de checagem de informações onde os internautas podem saber a procedência antes de compartilhar uma informação.
"A circulação de notícias falsas sobre o câncer provoca confusão e pode levar a impactos graves no tratamento de um paciente e até fazê-lo consumir produtos que podem interagir com o medicamento oficial", explica a psicóloga e presidenta do Oncoguia, Luciana Holtz. 
O funcionamento é simples. A pessoa interessada pode encaminhar para o instituto, as notícias sobre um novo tratamento ou uma nova forma de prevenção contra o câncer que lhe parecerem falsas. Basta apenas enviar o link da notícia ou uma imagem que esteja anexada ao texto descrevendo o possível tratamento, por meio do WhatsApp do instituto no número (11) 987900241.
O Oncoguia vai, então, encaminhar aquela dúvida para médicos associados e, em até 48 horas, o resultado é enviado ao solicitador. Se a notícia vier a ser verdadeira, o internauta pode compartilhá-la com a hashtag #oncoguiaconfirma. Se for falsa, poderá evisar a quem publicou a matéria que aquilo não procede.
O serviço é essencial no processo contra os casos de boatos. Como o que circulou por WhatsApp e pelo Facebook dizendo que casos de câncer de tireoide em mulheres estariam aumentando por causa da realização de mamografias e radiografias odontológicas. A informação falsa foi divulgada em um vídeo, inclusive atribuída ao médico Drauzio Varella.

Diário do Nordeste

Comentários

Mais Visitadas

Há 50 anos, primeira mulher negra era eleita ao Congresso nos EUA

O Irmão Carlos de Foucauld

MASP completa 50 anos de histórias

Escreve Pe. Jocy - Dom Delgado

Memorial do Holocausto lembra 80 anos da Noite dos Cristais em SP