Pular para o conteúdo principal

Alceu, Elba e Geraldo trazem turnê para o Ceará

O trio será atração principal do Arraiá do Aquaville, que terá ainda Kátia Cilene e Banda Kbra da Peste DIVULGAÇÃO
O trio será atração principal do Arraiá do Aquaville, que terá ainda Kátia Cilene e Banda Kbra da Peste DIVULGAÇÃO
Em 1972, os jovens Alceu Valença e Geraldo Azevedo estrearam no mercado fonográfico com um disco que levava o nome dos dois. O álbum, contudo, ficou conhecido por Quadrafônico, palavra grafada em selo que ia no disco, indicando que aquele som era estéreo 4.0. Tornou-se um clássico da psicodelia brasileira. E marcou um encontro que iria se tornar bem mais grandioso anos à frente. Na mesma década, os primos Elba e Zé Ramalho também iniciaram carreira na música brasileira.
Parceiros de vida e de música, aqueles quatro nomes se encontram em 1996 para lançar o álbum de estúdio O Grande Encontro, sucesso que deu origem a outros dois discos, sendo um de estúdio e outro ao vivo, ambos sem a participação de Alceu Valença.
Comemorando duas décadas de lançamento do projeto, uma nova turnê começou a viajar o Brasil no ano passado, resgatando sucessos e dando novas leituras aos arranjos originais. O show virá novamente a Fortaleza neste sábado, como parte do Arraiá do Aquaville. A cantora Kátia Cilene e a Banda Kbra da Peste também estão na agenda.
Assim como Alceu esteve ausente de outras gravações, desta vez, foi Zé Ramalho quem se afastou do grupo na turnê. Geraldo, Alceu e Elba, portanto são o Grande Encontro de 2017. “Era sempre uma catarse, um sucesso inacreditável”, tenta definir Alceu. “Gravamos um disco ao vivo em 1996, mas precisei deixar o projeto, pois estava lançando um disco novo e a gravadora, por imposição contratual, me impediu de prosseguir. Agora, vinte anos depois, volto a encontrar Geraldo e Elba no palco e o sentimento continua o mesmo”, descreve.
Já Geraldo conta que o repertório faz um apanhado de canções que foram sucesso nas edições anteriores, somadas a novidades. Em 1996, ele explica, o grupo tinha uma formação acústica, que difere da atual, quando o trio sobe ao palco com uma banda bem robusta. “Para esta edição, trazemos algumas canções daquele disco, como Sabiá, Dia Branco, Chão de Giz, Tesoura do Desejo, Chorando e Cantando. Os tempos são outros, se passaram 20 anos e temos excelentes recordações”.
O Grande Encontro, hoje, é mais moderno, complementa Elba. “Tem uma super banda que nos dá mais liberdade”, diz. Prima de Zé Ramalho, ela acredita que mesmo ausente do projeto, o paraibano está bastante presente. “A energia é muito grande e totalmente positiva. Zé Ramalho se faz presente por meio de suas composições. Talvez o momento mais emocionante da minha parte solo seja Chão de Giz”, revela. O espetáculo será encerrado com outra composição de autoria de Zé, Frevo Mulher.
SERVIÇO
Arraiá do Aquaville.
Quando: amanhã, às 20 horas
Onde: Aquaville Resort (av. Litorânea, 1000 - Sabiaguaba) Quanto: de R$ 60 (preço de meia) a R$ 600 (preço de inteira no setor de mesas)
CAMILA HOLANDA

O Povo

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O Natal em Natal (RN), a capital potiguar fundada em 25 de dezembro de 1599

Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto 'O Natal em Natal'.
Considerada uma das maiores e mais bonitas do Brasil, a Árvore de Natal instalada no bairro de Mirassol encanta a natalenses e turistas. (Alex Regis/ Secom Natal)
Os moradores da capital do Rio Grande do Norte têm um motivo a mais para se alegrar e vivenciar esta época do ano. Afinal, eles celebram o “Natal em Natal”. Aliás, a capital potiguar recebeu este nome devido a data da sua fundação: 25 de dezembro de 1599. Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto “O Natal em Natal”, promovido pela prefeitura municipal. Ao todo, segundo a prefeitura, são mais de 40 eventos que contemplam dança, música, teatro, audiovisual, artesanato, gastronomia e outras manifestações culturais.
Na zona sul da capital, foi acessa, no dia 3 de dezembro,  a tradicional “árvore de Mirassol”, com 112 metros de altura, ornamentada com enfeites nos formatos de …

POPE FRANCIS GENERAL AUDIENCE 2016.06.08

Campus Party 2018 vendeu 30% a mais de ingressos que edição anterior

A feira de tecnologia Campus Party Brasília 2018 foi encerrada hoje (1°), após ter reunido milhares de pessoas em torno de palestras, oficinas e atividades com temas como o uso da tecnologia da computação, robótica, empreendedorismo e startups. Essa é a segunda edição do evento em Brasília, que começou no dia 27 de junho, no Estádio Nacional Mané Garrincha. Antes prevista para acontecer de 30 de maio a 3 de junho, a feira foi adiada para esta semana por causa da greve dos caminhoneiros. De acordo com o diretor da Campus Party Brasil, Tônico Novaes, o evento contabilizou um volume de vendas de ingressos pelo menos 30% maior que a primeira edição da Campus Party em Brasília, realizada no ano passado.  Para Tônico Novaes, a edição no Distrito Federal se destacou pela elevada participação e envolvimento dos que estão no evento.  “Os campuseiros daqui são realmente engajados no conteúdo. Andando por aqui você vai ver todos os workshops e bancadas cheias e a estrutura está bem maior que a …