Aplicativo para celular ajuda a localizar catadores para facilitar o descarte de materiais recicláveis

do BOL, em São Paulo
  • Reprodução/cataki
    Participação no aplicativo está aberta a novos colaboradores
    Participação no aplicativo está aberta a novos colaboradores
Criado pelo movimento Pimp my Carroça, o aplicativo Cataki faz a ponte entre moradores e catadores de materiais nas cidades, promovendo uma espécie de "Tinder da reciclagem", mostrando carroceiros e outras pessoas que coletam materiais na região.
O aplicativo será lançado em São Paulo, no dia 15 de julho, em uma festa que celebrará os cinco anos de atividade do movimento, que busca dar visibilidade aos catadores por meio da participação coletiva e da arte.
Construído de maneira colaborativa, o banco de dados do aplicativo está aberto ao cadastro de outros catadores, o que pode ser feito no site oficial do app.
Colaboradores do serviço podem receber brindes como camisetas, adesivos e até latas de spray.

Reprodução/Instagram/pimpmycarroca
App busca melhorar a vida dos catadores e facilitar a reciclagem de materiais

A ideia por trás da distribuição das latas de tinta é personalizar as carroças, uma das iniciativas do Pimp my Carroça, que foi reconhecido em março deste ano por uma premiação de projetos de arte pública em Hong Kong.
O Cataki nasceu há cerca de dois anos, em uma parceria com a ONG Humanitas 360 e a universidade norte-americana Massachussets Institute of Technology (MIT), com o objetivo de facilitar o descarte correto de materiais e melhorar as condições de vida e trabalho dos catadores.
Em seu lançamento, o aplicativo deve abranger a cidade de São Paulo, mas os responsáveis pelo Cataki prometem expandir a cobertura do app para o Rio de Janeiro em agosto e, em setembro, para o Recife.

BOL Notícias

Comentários

Mais Visitadas

Além das aparências

O STF é uma vergonha

Aluno cearense que criou app para conservação de açude recebe Prêmio Jovem Cientista

Compositor e executivo estreia na literatura com narrativas improváveis

Cearense ganha prêmio de fotografia da Aliança Francesa e vai para Paris com tudo pago