Pular para o conteúdo principal

Aplicativo para celular ajuda a localizar catadores para facilitar o descarte de materiais recicláveis

do BOL, em São Paulo
  • Reprodução/cataki
    Participação no aplicativo está aberta a novos colaboradores
    Participação no aplicativo está aberta a novos colaboradores
Criado pelo movimento Pimp my Carroça, o aplicativo Cataki faz a ponte entre moradores e catadores de materiais nas cidades, promovendo uma espécie de "Tinder da reciclagem", mostrando carroceiros e outras pessoas que coletam materiais na região.
O aplicativo será lançado em São Paulo, no dia 15 de julho, em uma festa que celebrará os cinco anos de atividade do movimento, que busca dar visibilidade aos catadores por meio da participação coletiva e da arte.
Construído de maneira colaborativa, o banco de dados do aplicativo está aberto ao cadastro de outros catadores, o que pode ser feito no site oficial do app.
Colaboradores do serviço podem receber brindes como camisetas, adesivos e até latas de spray.

Reprodução/Instagram/pimpmycarroca
App busca melhorar a vida dos catadores e facilitar a reciclagem de materiais

A ideia por trás da distribuição das latas de tinta é personalizar as carroças, uma das iniciativas do Pimp my Carroça, que foi reconhecido em março deste ano por uma premiação de projetos de arte pública em Hong Kong.
O Cataki nasceu há cerca de dois anos, em uma parceria com a ONG Humanitas 360 e a universidade norte-americana Massachussets Institute of Technology (MIT), com o objetivo de facilitar o descarte correto de materiais e melhorar as condições de vida e trabalho dos catadores.
Em seu lançamento, o aplicativo deve abranger a cidade de São Paulo, mas os responsáveis pelo Cataki prometem expandir a cobertura do app para o Rio de Janeiro em agosto e, em setembro, para o Recife.

BOL Notícias

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Participe da Coletânea "100 Poetas e 100 Sonetos"

O Instituto Horácio Dídimo de Arte, Cultura e Espiritualidade está selecionando 100 poetas para compor a Coletânea “100 Poetas e 100 Sonetos”. Os sonetos são de tema livre e devem ser metrificados em qualquer tamanho ou estilo, rimados ou não. 

Não haverá taxa de inscrição e nem obrigatoriedade de aquisição do livro pelos participantes, que em contrapartida cedem seus direitos autorais. 

A data e local do lançamento da coletânea serão definidos posteriormente. 

Para participar, envie o seu soneto para o email ihd@institutohoraciodidimo.org ou pelo formulário até 10/07/2019 com uma breve biografia.

Por https://institutohoraciodidimo.org/2019/06/11/coletanea-100-poetas-e-100-sonetos/

O Natal em Natal (RN), a capital potiguar fundada em 25 de dezembro de 1599

Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto 'O Natal em Natal'.
Considerada uma das maiores e mais bonitas do Brasil, a Árvore de Natal instalada no bairro de Mirassol encanta a natalenses e turistas. (Alex Regis/ Secom Natal)
Os moradores da capital do Rio Grande do Norte têm um motivo a mais para se alegrar e vivenciar esta época do ano. Afinal, eles celebram o “Natal em Natal”. Aliás, a capital potiguar recebeu este nome devido a data da sua fundação: 25 de dezembro de 1599. Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto “O Natal em Natal”, promovido pela prefeitura municipal. Ao todo, segundo a prefeitura, são mais de 40 eventos que contemplam dança, música, teatro, audiovisual, artesanato, gastronomia e outras manifestações culturais.
Na zona sul da capital, foi acessa, no dia 3 de dezembro,  a tradicional “árvore de Mirassol”, com 112 metros de altura, ornamentada com enfeites nos formatos de …

POPE FRANCIS GENERAL AUDIENCE 2016.06.08