Cão-guia robô promete autonomia e liberdade para pessoas com deficiência visual

Do BOL, em São Paulo
  • Divulgação
    Trata-se de um cão-guia para ajudar os deficientes visuais a se locomoverem com segurança e autonomia
    Trata-se de um cão-guia para ajudar os deficientes visuais a se locomoverem com segurança e autonomia
A empreendedora Neide Selim criou um produto capaz de ajudar milhões de pessoas positivamente. Lysa, como é chamada a tecnologia, é um produto simples, mas que pode ajudar pessoas com deficiência visual a se locomoverem com segurança e autonomia.
Em vez de um cachorro como guia, Neide criou um companheiro robô, que oferece melhorias e maiores possibilidades aos usuários do que a bengala e o próprio cão, de forma a manter a integridade física e principalmente ampliar consideravelmente a liberdade e a confiança de quem a usar.
O cão-robô Lysa não só reconhece buracos e obstáculos no chão, mas, principalmente, por meio de sensores, vê um problema que a maioria das pessoas não percebe: os obstáculos aéreos, localizados acima da linha da cintura.
Lysa alerta (como um cão que fala) e cria uma rota alternativa, "puxando" o usuário em outra direção, para protegê-lo de bater ou esbarrar em um obstáculo.
(Com informações do Hypeness)
BOL Notícias

Comentários

Mais Visitadas

Babel: Primavera Literária Brasileira anuncia programação – agora também com autores estrangeiros

Um continente e sua escrita

Filme sobre Marighella é resposta artística a cenário político brasileiro, diz Wagner Moura

Prêmio Sesc de Literatura encerra inscrições na quinta-feira (14)