Escritora e ilustradora, Elvira Vigna morre aos 69 anos

Um dos grandes nomes da Literatura Brasileira, a escritora e desenhista Elvira Vigna morreu nesta segunda-feira, aos 69 anos, em São Paulo. Elvira foi diagnosticada em 2012 com um tipo de câncer, o carcinoma micropapilar invasivo. A notícia da morte foi publicada na página pessoal da escritora no Facebook pela família.

A nota lembra que, após o diagnóstico, ela continuou produzindo de forma intensa. Foram publicados sete livros, sendo quatro no Brasil, um na Itália, um em Portugal e um na Suécia. Em seus planos, Elvira ainda queria lançar outras três obras. Além de escritora, ela também atuou como tradutora, ilustradora e palestrante. 
Em sua carreira, ganhou prêmios importantes como autora, entre eles, está o Melhor Romance de 2016 pela Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA), e ainda foi o segundo lugar do Prêmio "Ficção" da Academia Brasileira de Letras (ABL).Foi responsável por ilustrar livros, um deles ganhador do Prêmio Jabuti de Melhor Ilustração.
"Elvira não quis que sua doença viesse a público por saber que, caso isso acontecesse, ela passaria automaticamente a ser excluída das atividades profissionais que dependessem de convite. Esperamos que a sua produtividade sirva de exemplo e estímulo para que todos aqueles que passem por dificuldades não abram mão de quem são, do que fazem e do que querem fazer", diz a nota
A publicação explica ainda que, em respeito à não-religiosidade de Elvira e da família, não haverá qualquer tipo de missa ou similar.
Veja a nota na íntegra:
Redação O POVO online

Comentários

Mais Visitadas

O Irmão Carlos de Foucauld

15 de novembro de 1889

Memorial do Holocausto lembra 80 anos da Noite dos Cristais em SP

Escreve Pe. Jocy - Dom Delgado

Há 50 anos, primeira mulher negra era eleita ao Congresso nos EUA