Pular para o conteúdo principal

Fresta Literária 2017 acontece neste sábado e domingo, na praça dos leões

O evento será realizado nos dias 22 e 23 de julho, a partir das 14 horas, no salão do Lion’s Bar. Haverá poesia e expositores de produtos ligados a literatura, dando preferência às produções independentes

Foto: Divulgação / Assessoria
O jornalista e professor Anderson Sandes estará presente no sábado (22) às 15 h
 
A Praça dos Leões, no Centro de Fortaleza, será o pano de fundo a realização da Fresta Literária 2017 -  A Palavra e a Cidade, promovido pelo Coletivo Alumiar e Revista Berro, com apoio da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult). O evento será realizado nos dias 22 e 23 de julho, a partir das 14 horas, no salão do Lion’s Bar.
 
A Fresta ocupará uma parte da Praça dos Leões com poesias, expositores de produtos ligados a literatura, dando preferência às produções independentes, com espaços horizontais e democráticos para apresentação de artistas e coletivos com trabalhos autônomos.
 
Os bate-papos e encontros serão gratuitos, puxados pela temática da literatura e flexíveis ao diálogo com outras linguagens, trazendo à tona a diversidade da produção literária e os diálogos que ela pode possibilitar com a cidade.
 
“A Fresta se dará através da arte do encontro; na rua, nos botecos, praças, como mais um evento de resistência à mercantilização da vida e bênção à memória e a palavra, elementos, para nós, fundamentais na composição do nosso imaginário de cidade; lugar de encontros, circulação de saberes e encantamento da vida” destaca Alexandre Greco do Coletivo Alumiar.
 
Programação - Fresta Literária 2017
 
Sábado 22/07
14:00 – A Poesia que Persiste no Escuro – Renato Pessoa, Nina Rizzi e Jardson Remido.
 
15:00 - O cronista e o labor cotidiano de inventar frestas – Iana Soares, Dimitri Tulio e José Anderson Freire Sandes.
 
16:00 – Intervenção: Poesia.CE
 
16:20 - Leitoras Públicas: Diversas vozes para diversas literaturas - Talles Azigon, Sara Síntique, Tetê Macambira, Nina Rizzi e Ayla Andrade
 
17:50 – Nóis de Teatro
 
18:50 - Mate-me logo, à tarde, às seis... – Ricardo Kelmer e Alan Mendonça
 
18:30 – Roda de Poesia com Pedro Bomba – Pedro Bomba
 
20:00 –Uirá dos Reis
 
21:00 – Sapoti Soundz
 
Domingo 23/07
14:00 - Do Estoril ao Cais Bar; O andar do bêbado – Romeu Duarte
 
14:30 - Cartografia Amorosa de Fortaleza – Júlio Lira e Fernanda Meireles
 
15:20 – Sarau Poético com o grupo Corpo sem Órgãos
 
16:00 - Mário Gomes e seu teto de estrelas – Ethel de Paula
 
16:30 - Poetas pelas ruas do Centro: Mário Gomes, Érickson Luna e Miró da Muribeca - Experiências urbanas e poesia em Fortaleza e Recife - André Telles do Rosário
 
17:00 - Crônicas Absurdas das Cidades -  Raymundo Netto e Mailson Furtado
 
17:50- Entre chamas e espinhos: distopias e perspectivas nas cidades – Dilson Lages e Airton Uchoa Neto
 
19:00 – Paulo Branco
 
Serviço:
Fresta Literária 2017
22 e 23 de julho a partir das 14h
Salão do Lion’s Bar - Praça dos Leões - Centro
 
com informações da assessoria do evento
 
Boa Notícia

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Participe da Coletânea "100 Poetas e 100 Sonetos"

O Instituto Horácio Dídimo de Arte, Cultura e Espiritualidade está selecionando 100 poetas para compor a Coletânea “100 Poetas e 100 Sonetos”. Os sonetos são de tema livre e devem ser metrificados em qualquer tamanho ou estilo, rimados ou não. 

Não haverá taxa de inscrição e nem obrigatoriedade de aquisição do livro pelos participantes, que em contrapartida cedem seus direitos autorais. 

A data e local do lançamento da coletânea serão definidos posteriormente. 

Para participar, envie o seu soneto para o email ihd@institutohoraciodidimo.org ou pelo formulário até 10/07/2019 com uma breve biografia.

Por https://institutohoraciodidimo.org/2019/06/11/coletanea-100-poetas-e-100-sonetos/

O Natal em Natal (RN), a capital potiguar fundada em 25 de dezembro de 1599

Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto 'O Natal em Natal'.
Considerada uma das maiores e mais bonitas do Brasil, a Árvore de Natal instalada no bairro de Mirassol encanta a natalenses e turistas. (Alex Regis/ Secom Natal)
Os moradores da capital do Rio Grande do Norte têm um motivo a mais para se alegrar e vivenciar esta época do ano. Afinal, eles celebram o “Natal em Natal”. Aliás, a capital potiguar recebeu este nome devido a data da sua fundação: 25 de dezembro de 1599. Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto “O Natal em Natal”, promovido pela prefeitura municipal. Ao todo, segundo a prefeitura, são mais de 40 eventos que contemplam dança, música, teatro, audiovisual, artesanato, gastronomia e outras manifestações culturais.
Na zona sul da capital, foi acessa, no dia 3 de dezembro,  a tradicional “árvore de Mirassol”, com 112 metros de altura, ornamentada com enfeites nos formatos de …

POPE FRANCIS GENERAL AUDIENCE 2016.06.08