Pular para o conteúdo principal

Mercado dos Pinhões será Polo Cultural e Gastronômico

Image-0-Artigo-2273676-1
A Prefeitura de Fortaleza, por meio da Secretaria Municipal da Cultura (Secultfor), inaugura, nesta quarta-feira (26), o Mercado Cultural dos Pinhões, prédio anexo do Mercado dos Pinhões, no Centro. A ideia é que os dois equipamentos funcionem como o Polo Cultural e Gastronômico de Fortaleza, apresentando festivais gastronômicos temáticos com destaque para a culinária cearense, mas integrados a programação cultural já existente.
Segundo a pasta, as ações culturais propostas ao anexo estão alinhadas ao Plano Municipal da Cultura, visando promover o incentivo e a difusão da arte para os mais diversos públicos, valorizar as manifestações artísticas locais e consolidar o lugar como um espaço de referência para a cidade, o turismo e a gastronomia. A expectativa é que a revitalização do anexo também otimize a prestação de serviços à comunidade local.
Para promover essa integração, estão sendo construídas duas passagens de nível, uma interligando o Mercado Cultural dos Pinhões e o Mercado dos Pinhões e outra ligando este a um restaurante vizinho, segundo detalhou a secretária executiva de Cultura da Prefeitura de Fortaleza, Paola Braga. "Com isso vamos conseguir fechar os eventos do Mercado dos Pinhões e fazer essa integração com todos os comerciantes no entorno, que também trabalham com gastronomia", afirma.
Os equipamentos contarão, ainda, com show musicais e feiras de artes. Conforme Paola Braga, a programação do Mercado Cultural acompanhará os dias dos eventos já existentes no Mercado dos Pinhões. Além disso, acrescenta, a rua do Mercado Cultural deve ser fechada aos fins de semana para que as pessoas circulem livremente sem a interferência dos veículos.
A reforma do Mercado Cultural dos Pinhões, a cargo da Secretaria Regional do Centro, foi orçada em R$ 297.078,08 e contou com a criação do segundo piso, quatro novos boxes, área de convivência, restauro de 14 boxes e o dimensionamento do restante de área do pavimento térreo para novos espaços, como a administração, banheiros, área para plataforma de elevador para deficientes e escada de acesso ao 2º piso. A cobertura e a estrutura metálica também foram recuperadas e o equipamento recebeu novas instalações elétricas, hidráulicas, para-raios, gás e combate a incêndio. A obra contou, ainda, com novos revestimentos, pavimentações e itens de acessibilidade.
A fachada do prédio recebeu uma intervenção artística em parceria com a empresa Bossa On The Wall. Durante a inauguração será realizado, ainda, o Festival de Comida di Boteco, onde chefs de cozinha apresentarão pratos da culinária nordestina. O evento é realizado pela Associação dos Chefs de Cozinha do Ceará, em parceria com a Prefeitura de Fortaleza, por meio das Secretarias da Cultura e do Centro.
Valorização
Para o professor do Mestrado Acadêmico em História da Universidade Estadual do Ceará (Uece) e pesquisador da Linha de Práticas Urbanas, Erick Assis, a iniciativa se destaca por valorizar a cultura e a gastronomia local, assim como o incentivo a circulação de pessoas, otimizando a geração de renda e aquecendo a economia.
O alerta, no entanto, é para que o local não adquira estética de praças de alimentação de shoppings centers e seja democrático. "Que se tenha uma razoabilidade dos valores para não ficar coisas abusivas e ser mais um espaço instalando um apartheid social. Também é importante que o Mercado continue sua trajetória tendo um aspecto de preservação histórica, isso pode ter um uso ainda mais diversificado do que era. O foco na alimentação poderia ser incrementado com a informação histórica, que são grande lacunas desses equipamentos", avalia.
Diário do Nordeste

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O Natal em Natal (RN), a capital potiguar fundada em 25 de dezembro de 1599

Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto 'O Natal em Natal'.
Considerada uma das maiores e mais bonitas do Brasil, a Árvore de Natal instalada no bairro de Mirassol encanta a natalenses e turistas. (Alex Regis/ Secom Natal)
Os moradores da capital do Rio Grande do Norte têm um motivo a mais para se alegrar e vivenciar esta época do ano. Afinal, eles celebram o “Natal em Natal”. Aliás, a capital potiguar recebeu este nome devido a data da sua fundação: 25 de dezembro de 1599. Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto “O Natal em Natal”, promovido pela prefeitura municipal. Ao todo, segundo a prefeitura, são mais de 40 eventos que contemplam dança, música, teatro, audiovisual, artesanato, gastronomia e outras manifestações culturais.
Na zona sul da capital, foi acessa, no dia 3 de dezembro,  a tradicional “árvore de Mirassol”, com 112 metros de altura, ornamentada com enfeites nos formatos de …

POPE FRANCIS GENERAL AUDIENCE 2016.06.08

Participe da Coletânea "100 Poetas e 100 Sonetos"

O Instituto Horácio Dídimo de Arte, Cultura e Espiritualidade está selecionando 100 poetas para compor a Coletânea “100 Poetas e 100 Sonetos”. Os sonetos são de tema livre e devem ser metrificados em qualquer tamanho ou estilo, rimados ou não. 

Não haverá taxa de inscrição e nem obrigatoriedade de aquisição do livro pelos participantes, que em contrapartida cedem seus direitos autorais. 

A data e local do lançamento da coletânea serão definidos posteriormente. 

Para participar, envie o seu soneto para o email ihd@institutohoraciodidimo.org ou pelo formulário até 10/07/2019 com uma breve biografia.

Por https://institutohoraciodidimo.org/2019/06/11/coletanea-100-poetas-e-100-sonetos/