Museu do Videogame Itinerante chega a Fortaleza em agosto com programação especial

Museu do Videogame Itinerante retorna a Fortaleza no dia 12 de agosto e segue até 3 de setembro no Shopping RioMar Fortaleza. A exposição, que resgata 45 anos de evolução dos videogames, reúne ilhas de consoles clássicos para jogar, concurso no Palco Just Dance 2017, simuladores de corridas, torneios de jogos antigos e atuais, controles gigantes e a maior novidade: as áreas PlayStation VR e Nintendo Switch.
Em 13 de agosto, data em que é celebrado o Dia dos Pais no Brasil, a programação será especial: as famílias poderão participar de vários torneios de games. Entre as competições programadas estão o Just Dance 2017 em dupla pai e filho(a) no modo cooperativo, simulador de corrida Drive Club para PS4, Mario Kart 2018 no Nintendo Switch, River Raid no Atari 2600, além de Street Fighter e Mortal Kombat no Super Nintendo. As inscrições poderão ser feitas gratuitamente na hora, no próprio local. O único pré-requisito é um documento que comprove que os competidores são pai e filho.
Curiosidades
De acordo com o curador do Museu do Videogame, Cleidson Lima, entre as relíquias da exposição estão o primeiro console fabricado no mundo, o Magnavox Odyssey, de 1972; o Atari Pong (primeiro console doméstico da Atari), de 1976; Fairchild Channel F, de 1976 (primeiro console a usar cartuchos de jogos); o Telejogo Philco Ford, de 1977 (o primeiro videogamefabricado no Brasil); o Nintendo Virtual Boy, de 1995 (primeiro a rodar jogos 3D); o Vectrex, de 1982 (console com jogos vetoriais que já vinha com monitor); o Microvision (primeiro portátil a usar cartucho), de 1979 e o R.O.B (robozinho lançado juntamente com o Nintendo 8 bits, em 1985).
 
Diário do Nordeste

Comentários

Mais Visitadas

Físico brasileiro recebe Prêmio Templeton de 2019

Câmara homenageia mulheres que se destacaram na luta por direitos

Inep cria comissão para decidir itens que farão parte do Enem 2019

José, servo bom e fiel

Primeira edição da Semana de Arte Unifor abraça diversidade de linguagens e expressões