PROCURA-SE UM PRESIDENTE

Não precisa ser novo nem velho, basta ser decente.
Nem neófito nem experiente, basta ser inteligente.
Nem branco nem negro, homem ou mulher, basta ser gente que ama sua gente.
Nem louco nem bobo, basta ser sensato.
Nem bom nem mau, basta ser honesto e competente.
Nem santo nem profano, basta ser respeitado.
Nem descarado nem dissimulado, basta ser digno e honrado.
Nem amado nem odiado, basta não ser investigado.
Procura-se quem não existe.
Procura-se quem nunca existiu.
Não entre os políticos desse Brasil.
Um honrado Arthur.
Um leal Parsifal.
Essa procura seguirá como na busca pelo Graal.

Grecianny Carvalho Cordeiro
Promotora de Justiça

Comentários

Mais Visitadas

O Irmão Carlos de Foucauld

Há 50 anos, primeira mulher negra era eleita ao Congresso nos EUA

Memorial do Holocausto lembra 80 anos da Noite dos Cristais em SP

MASP completa 50 anos de histórias

Escreve Pe. Jocy - Dom Delgado