Pular para o conteúdo principal

Hércules

Grecianny Carvalho Cordeiro*

Hércules ou Héracles, o valente guerreiro grego, sempre foi conhecido pela sua coragem e destemor.
            Hércules era filho de Zeus (deus dos homens e dos imortais) e da mortal Alcmena.
            Mas a esposa de Zeus, Hera, não aceitou essa traição do marido e resolveu atormentar e punir Hércules.
            Hércules casou-se com Mégara, filha do rei de Tebas, que lhe era grato por ajudá-lo a vencer a guerra contra o Mínios. Dessa união, nasceram três filhos e o casal foi feliz por muito tempo.
            Quando Hera soube da felicidade de Hércules, lançou-lhe um acesso de loucura, fazendo com que ele matasse a esposa e os três filhos, além de tentar matar o pai adotivo, Anfitrião.
            Recobrada a sanidade, Hércules sentiu que precisava purificar-se de sua culpa. Para tanto, consultou o oráculo de Delfos, que mandou apresentar-se a Euristeu, rei de Tirinto, para que realizasse as tarefas impossíveis que lhe seriam dadas, os Doze Trabalhos de Hércules.
            Os Doze Trabalhos consistiam em: Matar o Leão de Nemeia, Matar a Hidra de Lerna, Capturar a corça cerinita, Capturar o javali de Erimanto, Limpar os estábulos de Aúgias, Expulsar os pássaros Estínfalos, Capturar o touro de Creta, Capturar as éguas de Diomedes, Pegar o cinturão de Hipólita, Roubar o gado de Gerião, Colher as maçãs de ouro das Hespérides e Trazer Cérbero do Submundo.
            Hércules executaria todas as tarefas a si atribuídas e seria purificado do assassinato de sua família.
            Depois disso, Hércules viria a se casar com Dejanira.
            O casal estava em viagem, quando o centauro Nesso tentou raptar Dejanira, sendo abatido pelas flechas envenenadas de Hércules. Agonizando, o centauro deu sua camisa encharcada de sangue para Dejanira, dizendo que, se Hércules a usasse, ficaria apaixonado por ela. Acreditando que Hércules estava apaixonado por outra pessoa, Dejanira deu a camisa para o marido, que começou a se contorcer de dor assim que o veneno tocou sua pele, sendo sua carne arrancada dos ossos.
            Mesmo padecendo com dores terríveis, Hércules arrancou as árvores para construir sua própria pira e pediu para ser queimado vivo ali.
            Com sua morte, Hércules foi alçado à condição de semideus e obteve o merecido local no Olimpo.
            Da história do herói Hércules podemos extrair a lição valorosa de que, por mais que cometamos erros, sempre é possível deles se redimir, sendo necessário, para tanto, muita coragem, persistência e esperança.
            Toda ferida pode ser curada. Todo mal pode ser reparado.
            Quase sempre.

*Promotora de Justiça

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O Natal em Natal (RN), a capital potiguar fundada em 25 de dezembro de 1599

Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto 'O Natal em Natal'.
Considerada uma das maiores e mais bonitas do Brasil, a Árvore de Natal instalada no bairro de Mirassol encanta a natalenses e turistas. (Alex Regis/ Secom Natal)
Os moradores da capital do Rio Grande do Norte têm um motivo a mais para se alegrar e vivenciar esta época do ano. Afinal, eles celebram o “Natal em Natal”. Aliás, a capital potiguar recebeu este nome devido a data da sua fundação: 25 de dezembro de 1599. Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto “O Natal em Natal”, promovido pela prefeitura municipal. Ao todo, segundo a prefeitura, são mais de 40 eventos que contemplam dança, música, teatro, audiovisual, artesanato, gastronomia e outras manifestações culturais.
Na zona sul da capital, foi acessa, no dia 3 de dezembro,  a tradicional “árvore de Mirassol”, com 112 metros de altura, ornamentada com enfeites nos formatos de …

POPE FRANCIS GENERAL AUDIENCE 2016.06.08

Participe da Coletânea "100 Poetas e 100 Sonetos"

O Instituto Horácio Dídimo de Arte, Cultura e Espiritualidade está selecionando 100 poetas para compor a Coletânea “100 Poetas e 100 Sonetos”. Os sonetos são de tema livre e devem ser metrificados em qualquer tamanho ou estilo, rimados ou não. 

Não haverá taxa de inscrição e nem obrigatoriedade de aquisição do livro pelos participantes, que em contrapartida cedem seus direitos autorais. 

A data e local do lançamento da coletânea serão definidos posteriormente. 

Para participar, envie o seu soneto para o email ihd@institutohoraciodidimo.org ou pelo formulário até 10/07/2019 com uma breve biografia.

Por https://institutohoraciodidimo.org/2019/06/11/coletanea-100-poetas-e-100-sonetos/