Pular para o conteúdo principal

Marisa Monte, Arnaldo Antunes e Carlinhos Brown anunciam novo álbum dos Tribalistas e mostram quatro inéditas

Os Tribalistas estão mesmo de volta. Em 2016, alguns burburinhos davam indícios da retomada do projeto de Marisa Monte, Arnaldo Antunes e Carlinhos Brown.
E nesta quinta-feira (10), o trio usou as redes sociais para divulgar quatro músicas inéditas: “Diáspora”, “Um só”, “Fora da memória” e “Aliança”. Elas farão parte do novo disco dos Tribalistas e ganharam clipes que mostram imagens dos artistas em estúdio.
Os três usaram as redes sociais também para divulgar uma foto em que posam juntos. "Juntos somos um só" era a frase usada por eles, fazendo referência não só ao retorno, mas também ao refrão da novata "Um só". "A música fala da convivência com as diferenças. A gente vê um momento que está tudo muito dividido e a gente gosta de poder juntar as coisas e poder conviver com os paradoxos e viver nossas contradições", explicou Arnaldo.
Antes de divulgar os clipes, o trio ainda fez uma live no Facebook, apresentando as músicas ao vivo e dando mais detalhes do projeto. "Não é volta dos Tribalistas, porque os Tribalistas nunca foram. A gente sempre esteve aí", afirmou Arnaldo.
Marisa contou que eles sempre fizeram trabalhos juntos nos últimos 15 anos e encontros para composições, mas sem pretensão para um disco. "E há um ano e meio surgiu o desejo de fazer um registro juntos. Temos mais músicas juntos, mas essas pareciam mais potentes com a gente junto", contou Marisa.
Brown brincou também que não aguentava mais mentir para os amigos e dizer que não haveria um novo álbum.
Os artistas explicaram no live que os músicos e a equipe técnica que estiveram no primeiro álbum, são os mesmos do novo trabalho. "Tem mais semelhanças do que diferenças", explicou Marisa.
Além das quatro inéditas, o disco terá outras seis músicas. “Até o fim do mês de agosto, vem o resto todo”, contou Marisa. "A gente já esperou quinze anos, isso não é nada", brincou a cantora sobre a ansiedade dos fãs em conhecer as outras faixas.

G1

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O Natal em Natal (RN), a capital potiguar fundada em 25 de dezembro de 1599

Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto 'O Natal em Natal'.
Considerada uma das maiores e mais bonitas do Brasil, a Árvore de Natal instalada no bairro de Mirassol encanta a natalenses e turistas. (Alex Regis/ Secom Natal)
Os moradores da capital do Rio Grande do Norte têm um motivo a mais para se alegrar e vivenciar esta época do ano. Afinal, eles celebram o “Natal em Natal”. Aliás, a capital potiguar recebeu este nome devido a data da sua fundação: 25 de dezembro de 1599. Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto “O Natal em Natal”, promovido pela prefeitura municipal. Ao todo, segundo a prefeitura, são mais de 40 eventos que contemplam dança, música, teatro, audiovisual, artesanato, gastronomia e outras manifestações culturais.
Na zona sul da capital, foi acessa, no dia 3 de dezembro,  a tradicional “árvore de Mirassol”, com 112 metros de altura, ornamentada com enfeites nos formatos de …

POPE FRANCIS GENERAL AUDIENCE 2016.06.08

Participe da Coletânea "100 Poetas e 100 Sonetos"

O Instituto Horácio Dídimo de Arte, Cultura e Espiritualidade está selecionando 100 poetas para compor a Coletânea “100 Poetas e 100 Sonetos”. Os sonetos são de tema livre e devem ser metrificados em qualquer tamanho ou estilo, rimados ou não. 

Não haverá taxa de inscrição e nem obrigatoriedade de aquisição do livro pelos participantes, que em contrapartida cedem seus direitos autorais. 

A data e local do lançamento da coletânea serão definidos posteriormente. 

Para participar, envie o seu soneto para o email ihd@institutohoraciodidimo.org ou pelo formulário até 10/07/2019 com uma breve biografia.

Por https://institutohoraciodidimo.org/2019/06/11/coletanea-100-poetas-e-100-sonetos/