Pular para o conteúdo principal

Cearenses criam sistema que controla portão, luzes e eletrodomésticos pelo celular

Estudantes do Instituto Federal do Ceará no Crato (IFCE), na Região do Cariri, criaram um sistema de automação residencial capaz de acender luzes, controlar eletrodomésticos e abrir portões automáticos com um toque no celular.
O trabalho foi desenvolvido por três alunos e apresentado por João Carlos Almeida Tolovi, aluno do 2° ano do curso técnico em Informática para Internet, durante mostra científica.
O sistema controla a emissão de energia elétrica para os dispositivos ligados na rede. Assim, por um aplicativo no smartphone, é possível apagar e acender as luzes e ligar e desligar eletrodomésticos. 
Por enquanto, o primeiro módulo funciona através de bluetooth, mas a equipe já está adaptando o sistema para que funcione também por wi-fi e permita o controle dos moradores mesmo que eles não estejam em casa. Ele avisará, por exemplo, se você esqueceu o ar-condicionado ligado. Também são autores do trabalho Armando Johann Sousa Santos e Sthefany Lima da Cruz.
O objetivo dos estudantes é tornar esse tipo de tecnologia mais acessível para a população, diminuindo os custos de instalação. “A gente percebeu que é algo barato de se fazer, mas ainda não é muito acessível à população. A gente queria facilitar ao máximo esse processo, para que seja mais acessível tanto no custo quanto na informação”, disse João Carlos.
O professor Camilo Silva, orientador do trabalho, destacou que o projeto mostra como a tecnologia pode impactar positivamente a vida das pessoas: “A pessoa pode controlar tudo através do seu celular, como iluminação, ar-condicionado, portões e até cafeteira”, afirmou.
A segunda edição da Mostra Científica do Cariri (Mocica), no IFCE de Juazeiro do Norte, ocorreu de 28 de agosto a 1º de setembro. A Mocica recebeu cerca de cem projetos, experimentos e inovações científicas de estudantes do Brasil e de outros quatro países.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O Natal em Natal (RN), a capital potiguar fundada em 25 de dezembro de 1599

Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto 'O Natal em Natal'.
Considerada uma das maiores e mais bonitas do Brasil, a Árvore de Natal instalada no bairro de Mirassol encanta a natalenses e turistas. (Alex Regis/ Secom Natal)
Os moradores da capital do Rio Grande do Norte têm um motivo a mais para se alegrar e vivenciar esta época do ano. Afinal, eles celebram o “Natal em Natal”. Aliás, a capital potiguar recebeu este nome devido a data da sua fundação: 25 de dezembro de 1599. Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto “O Natal em Natal”, promovido pela prefeitura municipal. Ao todo, segundo a prefeitura, são mais de 40 eventos que contemplam dança, música, teatro, audiovisual, artesanato, gastronomia e outras manifestações culturais.
Na zona sul da capital, foi acessa, no dia 3 de dezembro,  a tradicional “árvore de Mirassol”, com 112 metros de altura, ornamentada com enfeites nos formatos de …

POPE FRANCIS GENERAL AUDIENCE 2016.06.08

Participe da Coletânea "100 Poetas e 100 Sonetos"

O Instituto Horácio Dídimo de Arte, Cultura e Espiritualidade está selecionando 100 poetas para compor a Coletânea “100 Poetas e 100 Sonetos”. Os sonetos são de tema livre e devem ser metrificados em qualquer tamanho ou estilo, rimados ou não. 

Não haverá taxa de inscrição e nem obrigatoriedade de aquisição do livro pelos participantes, que em contrapartida cedem seus direitos autorais. 

A data e local do lançamento da coletânea serão definidos posteriormente. 

Para participar, envie o seu soneto para o email ihd@institutohoraciodidimo.org ou pelo formulário até 10/07/2019 com uma breve biografia.

Por https://institutohoraciodidimo.org/2019/06/11/coletanea-100-poetas-e-100-sonetos/