Pular para o conteúdo principal

Ciclista britânico bate recorde ao dar volta ao mundo em menos de 79 dias

O aventureiro, de 34 anos, entrou para o livro Guinness dos recordes. Ciclista teve que pedalar 16 horas por dia para percorrer os 29.000 quilômetros necessários para completar o desafio.
Britânico Mark Beaumont chega em Paris após completar a volta ao mundo em 78 dias.
Britânico Mark Beaumont chega em Paris após completar a volta ao mundo em 78 dias. (AFP)

O ciclista britânico Mark Beaumont terminou nesta segunda-feira à noite (horário local), em Paris, sua volta ao mundo em bicicleta, um trajeto percorrido em menos de 79 dias, batendo um novo recorde e superando a conquista fictícia do famoso personagem de Júlio Verne, Phileas Fogg.
O aventureiro, de 34 anos, conseguiu dar a volta ao mundo de bicicleta em 78 dias, 14 horas e 14 minutos, segundo o livro Guinness dos recordes.
Ele saiu de Paris em 2 de julho e chegou nesta segunda-feira pouco antes das 19h00 (14h00 de Brasília) no Arco do Triunfo, em pleno horário do rush.
"Fui além do que já havia feito, física e mentalmente", declarou o ciclista em sua chegada, onde era esperado por sua esposa e suas duas filhas, assim como um grupo de fãs.
"Foram, sem dúvida, os dois meses e meio mais longos da minha vida", acrescentou, enquanto posava ao lado de sua mãe e agente, Una.
O recorde anterior remontava a 2015 e foi estabelecido pelo neozelandês Andrew Nicholson, com 123 dias.
Em 2008, Mark Beaumont conseguiu realizar esta façanha em 195 dias.
No livro "A Volta ao Mundo em 80 Dias", de Júlio Verne, Phileas Fogg demorou 80 dias para realizar a travessia, pegando trens e barcos. Já Mark Beaumont cruzou os oceanos Atlântico e Pacífico de avião, e completou o resto do trajeto de bicicleta.
O ciclista teve que pedalar 16 horas por dia para percorrer os 29.000 quilômetros necessários para completar o desafio.

AFP

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O Natal em Natal (RN), a capital potiguar fundada em 25 de dezembro de 1599

Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto 'O Natal em Natal'.
Considerada uma das maiores e mais bonitas do Brasil, a Árvore de Natal instalada no bairro de Mirassol encanta a natalenses e turistas. (Alex Regis/ Secom Natal)
Os moradores da capital do Rio Grande do Norte têm um motivo a mais para se alegrar e vivenciar esta época do ano. Afinal, eles celebram o “Natal em Natal”. Aliás, a capital potiguar recebeu este nome devido a data da sua fundação: 25 de dezembro de 1599. Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto “O Natal em Natal”, promovido pela prefeitura municipal. Ao todo, segundo a prefeitura, são mais de 40 eventos que contemplam dança, música, teatro, audiovisual, artesanato, gastronomia e outras manifestações culturais.
Na zona sul da capital, foi acessa, no dia 3 de dezembro,  a tradicional “árvore de Mirassol”, com 112 metros de altura, ornamentada com enfeites nos formatos de …

POPE FRANCIS GENERAL AUDIENCE 2016.06.08

Participe da Coletânea "100 Poetas e 100 Sonetos"

O Instituto Horácio Dídimo de Arte, Cultura e Espiritualidade está selecionando 100 poetas para compor a Coletânea “100 Poetas e 100 Sonetos”. Os sonetos são de tema livre e devem ser metrificados em qualquer tamanho ou estilo, rimados ou não. 

Não haverá taxa de inscrição e nem obrigatoriedade de aquisição do livro pelos participantes, que em contrapartida cedem seus direitos autorais. 

A data e local do lançamento da coletânea serão definidos posteriormente. 

Para participar, envie o seu soneto para o email ihd@institutohoraciodidimo.org ou pelo formulário até 10/07/2019 com uma breve biografia.

Por https://institutohoraciodidimo.org/2019/06/11/coletanea-100-poetas-e-100-sonetos/