Jovem em academia literária nacional

Image-0-Artigo-2292168-1
Foi ao atuar na educação e cultura de Quixeré, ao tornar-se professor, aos 18 anos, que o jovem passou a ganhar maior reconhecimento por seu talento para as letras
Fortaleza. Tomou posse, no último dia 31 de agosto, na Academia de Letras do Brasil (ALB), no Rio de Janeiro, o jovem professor e poeta Adriano Deodato, do município de Quixeré. A solenidade ocorreu no Copacabana Palace Hotel, reunindo os membros da entidade literária que completou 16 anos. Nascido em Limoeiro do Norte e radicado em Quixeré, Adriano é o membro mais jovem da entidade, eleito para a cadeira número 37 da seccional do Ceará.
O jovem, de apenas 22 anos, é estudante de Enfermagem e, desde criança, escreve poemas, tendo participado de publicações e de recitais em eventos, como a Bienal Internacional do Livro do Ceará. É vice-presidente do Conselho Municipal de Políticas Culturais e sócio da Associação dos Poetas e Apologistas do Vale do Jaguaribe.
Foi ao atuar no âmbito da educação e cultura no município de Quixeré, localizado no Vale do Jaguaribe, ao tornar-se professor, aos 18 anos, que o jovem passou a ganhar maior reconhecimento por seu talento para as letras. E por isso obteve o apoio da Prefeitura Municipal e de segmentos da sociedade para realizar a ansiada viagem.
"É uma emoção muito grande. O dia em que um quixereense, aos 22 anos, sem tão influente ser, tomará posse de uma Cadeira tão importante na Academia de Letras do Brasil. É algo inexplicável. Só se permite sentir e dizer: Gratidão. Dedica a cadeira ao cidadão Quixereense, o Patrono da Cadeira Seu João Pequeno. Ao me ver aqui, sinto saudade de casa então trago vocês para cá. Gratidão Quixeré, gratidão a este povo que vive em família, amigos e conhecidos", recitou Adriano.
Entidade
A Academia de Letras do Brasil é uma entidade nova, sem fins lucrativos, voltada para confraternização de membros das mais diversas artes e atividades literárias que representam diferentes Estados do Brasil. O jantar de gala de comemoração dos 16 anos, ensejou a posse dos novos membros, entre eles, o quixereense, agora ilustre, de 22 anos.

Diário do Nordeste

Comentários

Mais Visitadas

O Irmão Carlos de Foucauld

Há 50 anos, primeira mulher negra era eleita ao Congresso nos EUA

Memorial do Holocausto lembra 80 anos da Noite dos Cristais em SP

MASP completa 50 anos de histórias

Escreve Pe. Jocy - Dom Delgado