Concurso de redação premia alunos

Solenidade de premiação do concurso foi realizada na manhã de ontem. Evento teve a presença da presidente do Grupo de Comunicação O POVO, Luciana Dummar, e do titular da Seduc, Idilvan Alencar
 MAURI MELO
Solenidade de premiação do concurso foi realizada na manhã de ontem. Evento teve a presença da presidente do Grupo de Comunicação O POVO, Luciana Dummar, e do titular da Seduc, Idilvan Alencar MAURI MELO
Ler muito e exercitar a escrita são estratégias para alcançar boa pontuação nas provas de redação. As dicas são de alunos vencedores do concurso “Redação Enem: Chego Junto, Chego a 1.000”, realizado pela Secretaria da Educação do Ceará (Seduc) e pela Fundação Demócrito Rocha (FDR). Dos 9.623 inscritos, 23 finalistas da etapa regional participaram da premiação na manhã de ontem, no Espaço O POVO de Cultura & Arte. Na ocasião, foi lançada a revista Seduc/CE Enem. 
O tema escolhido para o concurso foi “Ciberativismo: a luta popular na internet”. Os concorrentes passaram por três etapas (escolar, regional e estadual) realizadas em escolas da rede estadual. Os três primeiros colocados (vencedores da etapa estadual) ganharam notebooks e os demais, smartphones.

Para escolher as três melhores redações, foram adotadas como critério as cinco competências exigidas pelo Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Dois textos alcançaram a pontuação 1.000. Um deles foi escrito pelo aluno Luiz Rodrigues de Oliveira Neto, 17, do Liceu de Itarema. O estudante explica que leitura e treino são ferramentas e que o concurso ajudou a intensificar os estudos. 
Ele acrescenta ainda a importância das referências históricas, culturais e conhecimento sobre atualidade. “O jovem não pode ficar alheio ao que acontece no mundo e se trancar numa bolha longe de tudo daquilo que aconteceu e acontece”, suscita. O professor dele, Ivaldo Bleaspy, reitera. “Primeiro caminho é a leitura. Só com uma leitura consolidada o aluno vai construir uma visão de mundo que possibilite argumentar melhor”, explica.  
O concurso de redação integra série de ações do projeto Anima Enem, realizado pela FDR em parceria com a Seduc, que reúne iniciativas para possibilitar o ingresso de alunos da rede pública nas universidades. “A cada ano esses números estão aumentando, não apenas no que diz respeito ao Enem, mas também aos índices educacionais”, enfatiza o coordenador do Anima Enem, Raymundo Netto. 
Entre 2015 e 2016, cresceu 35% o número de alunos das escolas públicas do Estado que entraram na universidade. Titular da Seduc, Idilvan Alencar destaca a parceria com a FDR como um dos agentes impulsionadores para os resultados. “Essa parceria tem alcançado muito sucesso para a educação no Ceará”, destacou. “O objetivo é que o aluno conclua o 3º ano, siga a trajetória escolar e consiga aprovação no ensino superior”, diz. 
Saiba mais
Também são vencedoras da etapa estadual do Concurso “Redação Enem: Chego Junto, Chego a 1.000” as alunas Sara Holanda Bezerra Desidério, da Escola Deputado Joaquim de F. Correia (Crede 11), e Ingrid Barbosa Lima, da Escola João Barbosa Lima (Crede 10).
A presidente do Grupo de Comunicação O POVO (GCOP) Luciana Dummar, anunciou que todos os alunos da rede estadual agora têm acesso ao jornal digital gratuitamente. “Fazer jornal é fazer educação. A nossa responsabilidade é fazer algo pela sociedade e a gente encontra na Seduc um campo fértil para receber isso, então, somos aliados”, disse.
A revista Seduc/CE Enem traz depoimentos e dicas, entrevista com o secretário da Educação, percursos de alunos, além das redações premiadas.
BRUNA DAMASCENO
O Povo

Comentários

Mais Visitadas

O Irmão Carlos de Foucauld

Há 50 anos, primeira mulher negra era eleita ao Congresso nos EUA

MASP completa 50 anos de histórias

Memorial do Holocausto lembra 80 anos da Noite dos Cristais em SP

Escreve Pe. Jocy - Dom Delgado