Pular para o conteúdo principal

FamilyDoc: o aplicativo que aproxima profissionais de saúde e pacientes

O aplicativo FamilyDoc, a ser lançado em novembro, nascerá para simplificar o relacionamento direto entre pacientes e profissionais de saúde. A partir de contato on-line, o paciente poderá escolher o especialista que irá lhe prestar serviço, podendo decidir por seu currículo, localização ou valor da consulta. A criação do app é do médico, mestre em Saúde Pública e professor universitário, Alexandre Cavalcanti.

A plataforma, para atendimentos em Fortaleza, oferecerá consultas particulares com médicos, odontólogos, enfermeiros, fisioterapeutas, fonoaudiólogos, terapeutas ocupacionais, psicólogos e educadores físicos, de acordo com a disponibilidade do profissional e as necessidades de cada paciente. Os atendimentos poderão ser realizados em consultórios ou na casa do paciente. Profissionais de saúde ainda podem se cadastrar pelo site familydoc.com.br.
Como funciona para o profissional
Por meio de um painel de controle, o app disponibilizará uma série de informações, como: o tipo de atendimento oferecido, dias e horários disponíveis, valor da consulta, localização e deslocamento em tempo real, acompanhamento e agendamento de novas consultas, possíveis atrasos, melhor rota, movimentação financeira, entre outras funcionalidades. Trezentos profissionais da saúde devem se cadastrar no FamilyDoc.
O FamilyDoc poderá ser baixado gratuitamente por qualquer pessoa no Google Play e na Apple Store. A versão web, totalmente adaptada ao celular, por sua vez, não precisa ser baixada.
No quesito custos, o paciente paga apenas pela sua consulta, via cartão de crédito. “Mas se houver algum problema o estorno é imediato. Foi contratada uma pagadora ligada à Cielo, que vai fazer todas as operações em segurança”, garante Alexandre Cavalcanti. Já o profissional remunera o aplicativo com um percentual (de até 15%) pré-determinado sobre o valor de sua consulta.
Olhar empreendedor
O app FamilyDoc nasceu quando o médico Cavalcanti, que já era empresário, resolveu, no ano passado, estudar o mercado de saúde. A partir de seu olhar empreendedor, ele visualizou o desenvolvimento da ferramenta. “Vi a oportunidade de facilitar a vida de quem procura um profissional e não consegue, mesmo tendo um bom plano de saúde. Por um lado, temos pessoas que necessitam de atendimento e são atendidas de maneira insatisfatória. Por outro, muitos bons profissionais que se sentem mal remunerados e que gostariam de atender mais pacientes particulares. Tive, então, a ideia de juntar estas duas pontas”, conta.
Infográfico: Divulgação
SERVIÇO
Mais informações em: familydoc.com.br
Instagram: @appfamilydoc

O Povo

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O Natal em Natal (RN), a capital potiguar fundada em 25 de dezembro de 1599

Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto 'O Natal em Natal'.
Considerada uma das maiores e mais bonitas do Brasil, a Árvore de Natal instalada no bairro de Mirassol encanta a natalenses e turistas. (Alex Regis/ Secom Natal)
Os moradores da capital do Rio Grande do Norte têm um motivo a mais para se alegrar e vivenciar esta época do ano. Afinal, eles celebram o “Natal em Natal”. Aliás, a capital potiguar recebeu este nome devido a data da sua fundação: 25 de dezembro de 1599. Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto “O Natal em Natal”, promovido pela prefeitura municipal. Ao todo, segundo a prefeitura, são mais de 40 eventos que contemplam dança, música, teatro, audiovisual, artesanato, gastronomia e outras manifestações culturais.
Na zona sul da capital, foi acessa, no dia 3 de dezembro,  a tradicional “árvore de Mirassol”, com 112 metros de altura, ornamentada com enfeites nos formatos de …

POPE FRANCIS GENERAL AUDIENCE 2016.06.08

Campus Party 2018 vendeu 30% a mais de ingressos que edição anterior

A feira de tecnologia Campus Party Brasília 2018 foi encerrada hoje (1°), após ter reunido milhares de pessoas em torno de palestras, oficinas e atividades com temas como o uso da tecnologia da computação, robótica, empreendedorismo e startups. Essa é a segunda edição do evento em Brasília, que começou no dia 27 de junho, no Estádio Nacional Mané Garrincha. Antes prevista para acontecer de 30 de maio a 3 de junho, a feira foi adiada para esta semana por causa da greve dos caminhoneiros. De acordo com o diretor da Campus Party Brasil, Tônico Novaes, o evento contabilizou um volume de vendas de ingressos pelo menos 30% maior que a primeira edição da Campus Party em Brasília, realizada no ano passado.  Para Tônico Novaes, a edição no Distrito Federal se destacou pela elevada participação e envolvimento dos que estão no evento.  “Os campuseiros daqui são realmente engajados no conteúdo. Andando por aqui você vai ver todos os workshops e bancadas cheias e a estrutura está bem maior que a …