FamilyDoc: o aplicativo que aproxima profissionais de saúde e pacientes

O aplicativo FamilyDoc, a ser lançado em novembro, nascerá para simplificar o relacionamento direto entre pacientes e profissionais de saúde. A partir de contato on-line, o paciente poderá escolher o especialista que irá lhe prestar serviço, podendo decidir por seu currículo, localização ou valor da consulta. A criação do app é do médico, mestre em Saúde Pública e professor universitário, Alexandre Cavalcanti.

A plataforma, para atendimentos em Fortaleza, oferecerá consultas particulares com médicos, odontólogos, enfermeiros, fisioterapeutas, fonoaudiólogos, terapeutas ocupacionais, psicólogos e educadores físicos, de acordo com a disponibilidade do profissional e as necessidades de cada paciente. Os atendimentos poderão ser realizados em consultórios ou na casa do paciente. Profissionais de saúde ainda podem se cadastrar pelo site familydoc.com.br.
Como funciona para o profissional
Por meio de um painel de controle, o app disponibilizará uma série de informações, como: o tipo de atendimento oferecido, dias e horários disponíveis, valor da consulta, localização e deslocamento em tempo real, acompanhamento e agendamento de novas consultas, possíveis atrasos, melhor rota, movimentação financeira, entre outras funcionalidades. Trezentos profissionais da saúde devem se cadastrar no FamilyDoc.
O FamilyDoc poderá ser baixado gratuitamente por qualquer pessoa no Google Play e na Apple Store. A versão web, totalmente adaptada ao celular, por sua vez, não precisa ser baixada.
No quesito custos, o paciente paga apenas pela sua consulta, via cartão de crédito. “Mas se houver algum problema o estorno é imediato. Foi contratada uma pagadora ligada à Cielo, que vai fazer todas as operações em segurança”, garante Alexandre Cavalcanti. Já o profissional remunera o aplicativo com um percentual (de até 15%) pré-determinado sobre o valor de sua consulta.
Olhar empreendedor
O app FamilyDoc nasceu quando o médico Cavalcanti, que já era empresário, resolveu, no ano passado, estudar o mercado de saúde. A partir de seu olhar empreendedor, ele visualizou o desenvolvimento da ferramenta. “Vi a oportunidade de facilitar a vida de quem procura um profissional e não consegue, mesmo tendo um bom plano de saúde. Por um lado, temos pessoas que necessitam de atendimento e são atendidas de maneira insatisfatória. Por outro, muitos bons profissionais que se sentem mal remunerados e que gostariam de atender mais pacientes particulares. Tive, então, a ideia de juntar estas duas pontas”, conta.
Infográfico: Divulgação
SERVIÇO
Mais informações em: familydoc.com.br
Instagram: @appfamilydoc

O Povo

Comentários

Mais Visitadas

O Irmão Carlos de Foucauld

Há 50 anos, primeira mulher negra era eleita ao Congresso nos EUA

Memorial do Holocausto lembra 80 anos da Noite dos Cristais em SP

MASP completa 50 anos de histórias

Escreve Pe. Jocy - Dom Delgado