Pular para o conteúdo principal

Nobel iemenita propõe corte mundial para destruidores do meio ambiente

A esse tribunal devem chegar
A esse tribunal devem chegar "as máfias da corrupção, os instrumentos policiais de segurança, todos os opressores, as companhias comerciais que estão envolvidas na destruição do meio ambiente". (AFP)
A prêmio Nobel da Paz de 2011, a iemenita Tawakkol Karman, propôs nessa terça-feira (24) em Honduras a criação de um tribunal internacional para julgar executivos de multinacionais que causam danos à terra e contribuem com as mudanças climáticas.
"Deve-se criar um tribunal mundial que possa sancionar todas estas sociedades multinacionais" que causam danos ao meio ambiente e provocam as mudanças climáticas, disse Tawakkol Karman através de uma tradutora, em coletiva de imprensa junto com a advogada iraniana Shirin Ebadi, prêmio Nobel da Paz em 2003.
As duas laureadas, que fazem parte da Iniciativa de Mulheres Prêmio Nobel e Associadas pelo Justo (JAZZ) chegaram a Honduras na sexta-feira para respaldar as mulheres que lutam contra a construção de represas e a mineração no país centro-americano. Uma causa pela qual a dirigente indígena Berta Cáceres foi assassinada em março de 2016.
Rachel Vincent, representante da JAZZ, disse que a associação visitou Honduras porque o país registra a taxa mais alta mundial de assassinatos de defensores da terra e dos direitos humanos.
Destacou, ainda, que 14 pessoas foram assassinadas em 2006 e 123 desde 2009 por defender o meio ambiente e os direitos humanos.
Tawakkol Karman disse à AFP que sugeriu a criação de "uma corte internacional especial para a luta contra a corrupção e a lavagem de dinheiro e contra todos os envolvidos na destruição do meio ambiente e explotação do clima de uma forma prejudicial".
A esse tribunal devem chegar "as máfias da corrupção, os instrumentos policiais de segurança, todos os opressores, as companhias comerciais que estão envolvidas na destruição do meio ambiente".
Sugeriu que poderia ser similar ao Tribunal Penal Internacional, mas que julgue os envolvidos "em qualquer operação onde encontrem a morte de defensores de direitos humanos, de lutadores contra a corrupção ou de defensores do meio ambiente".
Em relação ao assassinato de Cáceres, disse que "deve-se aprofundar as averiguações a fim de descobrir todos os beneficiados por este crime, e que os julgamentos não se limitem aos autores diretos".

AFP

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O Natal em Natal (RN), a capital potiguar fundada em 25 de dezembro de 1599

Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto 'O Natal em Natal'.
Considerada uma das maiores e mais bonitas do Brasil, a Árvore de Natal instalada no bairro de Mirassol encanta a natalenses e turistas. (Alex Regis/ Secom Natal)
Os moradores da capital do Rio Grande do Norte têm um motivo a mais para se alegrar e vivenciar esta época do ano. Afinal, eles celebram o “Natal em Natal”. Aliás, a capital potiguar recebeu este nome devido a data da sua fundação: 25 de dezembro de 1599. Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto “O Natal em Natal”, promovido pela prefeitura municipal. Ao todo, segundo a prefeitura, são mais de 40 eventos que contemplam dança, música, teatro, audiovisual, artesanato, gastronomia e outras manifestações culturais.
Na zona sul da capital, foi acessa, no dia 3 de dezembro,  a tradicional “árvore de Mirassol”, com 112 metros de altura, ornamentada com enfeites nos formatos de …

POPE FRANCIS GENERAL AUDIENCE 2016.06.08

Participe da Coletânea "100 Poetas e 100 Sonetos"

O Instituto Horácio Dídimo de Arte, Cultura e Espiritualidade está selecionando 100 poetas para compor a Coletânea “100 Poetas e 100 Sonetos”. Os sonetos são de tema livre e devem ser metrificados em qualquer tamanho ou estilo, rimados ou não. 

Não haverá taxa de inscrição e nem obrigatoriedade de aquisição do livro pelos participantes, que em contrapartida cedem seus direitos autorais. 

A data e local do lançamento da coletânea serão definidos posteriormente. 

Para participar, envie o seu soneto para o email ihd@institutohoraciodidimo.org ou pelo formulário até 10/07/2019 com uma breve biografia.

Por https://institutohoraciodidimo.org/2019/06/11/coletanea-100-poetas-e-100-sonetos/