Netflix anuncia nova série ambientada no Brasil de 1950

bossa nova 1950
A série "Coisa Linda" será ambientada no contexto do surgimento e da revolução cultural da Bossa Nova no Rio
Netflix anunciou nesta segunda (6) a produção de uma nova série original brasileira. "Coisa Mais Linda", um romance de época que traz uma era de ouro na história do país para o centro das atenções, está com filmagens previstas para começar em 2018. A história é situada no final da década de 1950 e no início dos anos 1960, durante o surgimento e a revolução cultural da Bossa Nova no Rio.
"Coisa Mais Linda" acompanha Maria Luiza, uma mulher conservadora e obediente que sempre dependeu de seu pai, Ademar, e de seu marido, Pedro. Quando Pedro desaparece, Maria Luiza precisa viajar de São Paulo ao Rio de Janeiro, onde o marido tinha planejado abrir um elegante restaurante. Contrariando o seu bom senso  - e para o sofrimento de seu rígido pai –, Maria Luiza decide ficar no Rio e dedicar-se a transformar a propriedade de Pedro em uma casa noturna de Bossa Nova. É essa decisão que marca o despertar de uma apaixonada transformação em Maria Luiza, uma mudança influenciada por novas amigas liberais e feministas, bem como uma nova chance de amar.
Uma série original produzida pela Prodigo Filmes para a Netflix, "Coisa Mais Linda" vai apresentaroito episódios de uma hora em sua primeira temporada. A série foi criada por Heather Roth e Giuliano Cedroni, e escrita por Pati Corso e Leo Moreira. Os produtores são Beto Gauss, Francesco Civita e Caito Ortiz.
Ainda em 2018, a Netflix vai lançar a segunda temporada de "3%", além de duas novas séries originais: "O Mecanismo", criada por José Padilha (Narcos, Tropa de Elite 1 e 2) em parceria com Elena Soarez (Xingu, Filhos do Carnaval) e estrelada por Selton Mello, juntamente com o sitcom "Samantha!", estrelado por Emanuelle Araújo e Douglas Silva.
A lista de conteúdos originais produzidos no Brasil também inclui documentários como "Laerte-se" e especiais de comédia com Felipe Neto, Marco Luque e Clarice Falcão, além das recém-anunciadas gravações com Rafinha Bastos e Edmilson Filho, que acontecem até março de 2018.
 
Diário do Nordeste

Comentários

Mais Visitadas

Alagoano que dirigiu filme que teve cenas gravadas em Penedo toma posse na ABL

Exposição "Gesto Tempo" apresenta diversas formas de bordar

Literatura e cinema ajudaram a tornar Notre-Dame conhecida no mundo

Academia Brasileira de Letras doa livros para índios guaranis no Rio

Catedral de Notre-Dame, em Paris, sofre incêndio na tarde desta segunda-feira