São Paulo passa a ter serviço de alerta para desastres naturais via celular

Décio Trujilo - Repórter da Agência Brasil
O Estado de São Paulo passou a integrar hoje (16) o sistema de alertas de desastres nacionais por celular coordenado pela Defesa Civil nacional. Os paulistas já podem cadastrar suas linhas para receber mensagens sobre riscos de tempestades, raios, enchentes, deslizamentos e emergências de verão. O modelo já está ativo no Paraná e em Santa Catarina e deve alcançar todos os estados até março de 2018.
celular
Os usuários cadastrados receberão uma mensagem para avisar dos desastres naturaisArquivo/EBC
O serviço é gratuito e os proprietários de celular receberão por SMS uma mensagem gravada da Defesa Civil Nacional informando sobre a novidade e orientando o que fazer para cadastrar-se. Mas quem quiser se antecipar pode solicitar o envio dos avisos mandando mensagem para o número 40199 com o seu Código de Endereçamento Postal (CEP). Os alertas são enviados tanto pelo Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres (Cenad) quanto pela Defesa Civil do estado ou do município ao qual o celular está vinculado.
O sistema de alertas foi implantado inicialmente no Paraná e em Santa Catarina em outubro, após períodos de testes realizados pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) em 20 municípios catarinenses a partir de fevereiro e em cinco paranaenses desde junho. Hoje, 579 mil moradores dos dois estados já utilizam o serviço. De 8 de fevereiro a 10 de novembro foram disparadas 330 notificações de alerta que resultaram em mais de um milhão de mensagens.
Cronograma
O modelo será implantado em todo o país até março. Em 18 de dezembro, estará em operação no Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro e Espírito Santo. Em 15 de janeiro será a vez dos estados de Minas Gerais, Mato Grosso do Sul e Goiás passarem a receber os SMS.
A fase seguinte contemplará o Distrito Federal, Mato Grosso e Tocantins e partir de 19 de fevereiro. Um mês depois serão inseridos Bahia, Sergipe, Alagoas, Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte, Ceará, Piauí, Maranhão, Pará, Amapá, Acre, Amazonas, Rondônia e Roraima.
Em cada etapa, será realizada campanha informativa nos meios de comunicação das cidades que contarão com o novo serviço.

Comentários

Mais Visitadas

O Irmão Carlos de Foucauld

Há 50 anos, primeira mulher negra era eleita ao Congresso nos EUA

Memorial do Holocausto lembra 80 anos da Noite dos Cristais em SP

MASP completa 50 anos de histórias

Escreve Pe. Jocy - Dom Delgado