Pular para o conteúdo principal

"SIM" à força do Evangelho

Padre Geovane Saraiva*

Cresce a consciência de que a vida humana é uma verdadeira aventura, à medida que os cristãos compreendem a proposta do grande mergulho em Deus, nos passos de Jesus de Nazaré, no mistério da cruz, de viver a fé em comunidades, na busca da glória e da felicidade definitiva. Eis a aventura que os transforma em bem-aventurados, esperançosos de participar da comunhão eterna. É a felicidade apocalíptica, a da veste nova do batismo, lavada e alvejada no sangue do Cordeiro, juntando-se à multidão dos que já foram glorificados.
São os apelos de Deus por uma vida santa. Podemos tomar como exemplo o Evangelho de Marta e Maria, que, no ensinamento de Jesus a Marta e aos cristãos, todos possam ser convertidos. Jesus não censura o trabalho de Marta, mas apenas quer revisar sua vida, como um presente do Pai para todas as pessoas que nele acreditam e por ele são capazes de se aventurar, na entrega da própria vida (cf. Lc 10, 38-42), não podendo ir contra, pelo contexto didático do serviço, do ensinamento e do exemplo generoso da acolhida, compreendida como o que existe de mais belo e elevado, mistério indizível de amor, dom e graça de Deus, mas que precisa, a todo custo, ser conquistada.
Resultado de imagem para jesus na  casa marta e maria
A expressão "O cristão do futuro ou será místico ou não será cristão", do grande teólogo Karl Rahner, Dom Helder Câmara compreendeu em toda a sua plenitude, ao viver o sonho de que um mundo melhor era possível, ao externar: “Se eu pudesse, sairia povoando de sono e de sonhos as noites mal dormidas dos desesperados”. Somos chamados a dizer "não" à religião da aparência e "sim" à força que vem do exemplo: "Não devemos considerar-nos superiores aos outros; a modéstia é essencial para uma existência que quer estar conforme o ensinamento de Jesus, o qual é manso e humilde de coração e veio, não para ser servido, mas para servir” (Papa Francisco, 05/11/2017).
Cristãos de boa conduta são alinhados com o projeto de Deus, do maior ao menor, identificados e coerentes com o Evangelho de Jesus. Certa vez Dom Helder confidenciou: “Uma de minhas maiores emoções, em toda a minha vida, foi quando da abertura da primeira sessão do Concílio Vaticano II”, comovendo-se com as palavras de São João XXIII: “Aqui estamos para a nossa conversão” e ele mesmo se incluía. Isso significava que nós, cristãos, padres e bispos, e até o Papa, precisávamos voltar às origens do cristianismo e reaprender o Evangelho. Assim seja!

*Pároco de Santo Afonso e vice-presidente da Previdência Sacerdotal, integra a Academia Metropolitana de Letras de Fortaleza -geovanesaraiva@gmail.com

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O Natal em Natal (RN), a capital potiguar fundada em 25 de dezembro de 1599

Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto 'O Natal em Natal'.
Considerada uma das maiores e mais bonitas do Brasil, a Árvore de Natal instalada no bairro de Mirassol encanta a natalenses e turistas. (Alex Regis/ Secom Natal)
Os moradores da capital do Rio Grande do Norte têm um motivo a mais para se alegrar e vivenciar esta época do ano. Afinal, eles celebram o “Natal em Natal”. Aliás, a capital potiguar recebeu este nome devido a data da sua fundação: 25 de dezembro de 1599. Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto “O Natal em Natal”, promovido pela prefeitura municipal. Ao todo, segundo a prefeitura, são mais de 40 eventos que contemplam dança, música, teatro, audiovisual, artesanato, gastronomia e outras manifestações culturais.
Na zona sul da capital, foi acessa, no dia 3 de dezembro,  a tradicional “árvore de Mirassol”, com 112 metros de altura, ornamentada com enfeites nos formatos de …

POPE FRANCIS GENERAL AUDIENCE 2016.06.08

Campus Party 2018 vendeu 30% a mais de ingressos que edição anterior

A feira de tecnologia Campus Party Brasília 2018 foi encerrada hoje (1°), após ter reunido milhares de pessoas em torno de palestras, oficinas e atividades com temas como o uso da tecnologia da computação, robótica, empreendedorismo e startups. Essa é a segunda edição do evento em Brasília, que começou no dia 27 de junho, no Estádio Nacional Mané Garrincha. Antes prevista para acontecer de 30 de maio a 3 de junho, a feira foi adiada para esta semana por causa da greve dos caminhoneiros. De acordo com o diretor da Campus Party Brasil, Tônico Novaes, o evento contabilizou um volume de vendas de ingressos pelo menos 30% maior que a primeira edição da Campus Party em Brasília, realizada no ano passado.  Para Tônico Novaes, a edição no Distrito Federal se destacou pela elevada participação e envolvimento dos que estão no evento.  “Os campuseiros daqui são realmente engajados no conteúdo. Andando por aqui você vai ver todos os workshops e bancadas cheias e a estrutura está bem maior que a …