Pular para o conteúdo principal

Elogio do incômodo

Elogio do incômodo
Eu me queixei tanto sobre os obstáculos que penso que seria melhor fechar o ano comemorando-os como um elemento essencial da cultura carpetovetônica. Pertence à imprudente que fica na frente das escadas rolantes para refletir sobre o rabanete e longa vida para a senhora que pára de repente no meio de qualquer corredor como uma declaração simbólica de uma conquista íntima; Aplausos para todos os grupos que prolongam a reunião com os quais obstruem a borda de um bar longo, além das instalações, no meio da rua e vivem a senhora que interrompe seus passos para devolvê-la como uma parede com a qual ela tenta camuflar A conversa aborrecida que vem gritando no celular.
Comemore as centenas de motoristas que impedem o fluxo de veículos e até mesmo os passos de zebra com a desculpa inapelável para obter um snot ou olhar o telefone ou melhor ajustar as fofocas de uma reunião em que todos os convidados gritam parlamentos para impedir o curso de uma possível conversa e, por essa razão, comemoramos outro dia em que políticos e funcionários profissionais sem carteiras exibem a bela arte de dificultar a abordagem de possíveis soluções ou planos de convivência. Albricias, que olha para lá o casal amigável que pretende impedir o caminho no parque com a finalidade de denunciar a sua alegria forjada e ovação sonora por espirros, é jogado com um lenço e costumava cuspir no meio da estrada como para alertar todos para o possível contágio;Eu não sou ninguém, mas sou um incômodo para o resto da humanidade e inveja dos saxões ou ruminantes que fluem sem parar, que caminham até que se separem, que se dobram ao lado e renunciam à torrente que nos une por ônus , que nos dão as uvas na espera e que somos capazes de sufocar com uma bolacha para sincronizar seus próprios passos com o ritmo imprevisível dos gravames, a borda dos cotovelos que parecem inocentes e neste Madri, onde cada linha implica que alguém não está faltando Isso se adereàs suas costas, como se você perdeu seu caminho, como se o link da comunidade que lhe permita sentir a paz falhar, precisamente porque sempre haverá alguém que nos impede.
El País

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O Natal em Natal (RN), a capital potiguar fundada em 25 de dezembro de 1599

Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto 'O Natal em Natal'.
Considerada uma das maiores e mais bonitas do Brasil, a Árvore de Natal instalada no bairro de Mirassol encanta a natalenses e turistas. (Alex Regis/ Secom Natal)
Os moradores da capital do Rio Grande do Norte têm um motivo a mais para se alegrar e vivenciar esta época do ano. Afinal, eles celebram o “Natal em Natal”. Aliás, a capital potiguar recebeu este nome devido a data da sua fundação: 25 de dezembro de 1599. Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto “O Natal em Natal”, promovido pela prefeitura municipal. Ao todo, segundo a prefeitura, são mais de 40 eventos que contemplam dança, música, teatro, audiovisual, artesanato, gastronomia e outras manifestações culturais.
Na zona sul da capital, foi acessa, no dia 3 de dezembro,  a tradicional “árvore de Mirassol”, com 112 metros de altura, ornamentada com enfeites nos formatos de …

POPE FRANCIS GENERAL AUDIENCE 2016.06.08

Campus Party 2018 vendeu 30% a mais de ingressos que edição anterior

A feira de tecnologia Campus Party Brasília 2018 foi encerrada hoje (1°), após ter reunido milhares de pessoas em torno de palestras, oficinas e atividades com temas como o uso da tecnologia da computação, robótica, empreendedorismo e startups. Essa é a segunda edição do evento em Brasília, que começou no dia 27 de junho, no Estádio Nacional Mané Garrincha. Antes prevista para acontecer de 30 de maio a 3 de junho, a feira foi adiada para esta semana por causa da greve dos caminhoneiros. De acordo com o diretor da Campus Party Brasil, Tônico Novaes, o evento contabilizou um volume de vendas de ingressos pelo menos 30% maior que a primeira edição da Campus Party em Brasília, realizada no ano passado.  Para Tônico Novaes, a edição no Distrito Federal se destacou pela elevada participação e envolvimento dos que estão no evento.  “Os campuseiros daqui são realmente engajados no conteúdo. Andando por aqui você vai ver todos os workshops e bancadas cheias e a estrutura está bem maior que a …