Pular para o conteúdo principal

Hilda Hilst é o nome central da Flip em 2018

Escritora paulista é a homenageada da próxima edição da Festa Literária Internacional de Paraty.
Hilda nos anos 1950:  escritora ainda não tem sua obra  consolidada no cânone da literatura brasileira e sempre teve
Hilda nos anos 1950: escritora ainda não tem sua obra consolidada no cânone da literatura brasileira e sempre teve (Fernando Lemos/Reprodução da Internet)

Mais um capítulo da recente revisão da obra de Hilda Hilst vai  ocorrer em 2018: a escritora paulista é a homenageada da próxima edição  da Festa Literária Internacional de Paraty (Flip), que ocorre de 25 a 29  de julho.

A obra de Hilda Hilst (1930-2004) está sendo reeditada pela Companhia  das Letras (Da Poesia saiu em abril; Da Prosa sai em 2018, bem como uma  adaptação em quadrinhos, uma coletânea de poemas de amor e uma edição de  bolso). Dois livros de entrevistas devem sair pela Globo (que havia  relançado a obra da poeta entre 2000 e 2014). Há conversas com algumas  casas sobre a publicação de diários inéditos.

"A obra da Hilda exige do leitor um certo conhecimento de literatura e  arte, ela convida ao entendimento mais complexo dessas duas coisas", diz  a curadora da Flip, Josélia Aguiar. "Pode ser um convite para as  pessoas tentarem compreender mais. Uma forma de reforçar a necessidade  de as pessoas terem uma intimidade maior com a arte e não ter  pensamentos equivocados, resultado de um problema de formação de  leitores."

Bem como Lima Barreto, homenageado em 2017, Hilda ainda não tem sua obra  consolidada no cânone da literatura brasileira e sempre teve um  relacionamento complicado com o mercado editorial em vida. Ela mesma  reconhecia isso. Uma avaliação que Hilda fez da própria obra nos anos  1990: "Maravilhosa. Fico besta de ver como as pessoas não entendem o que  escrevi."

Agência Estado

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O Natal em Natal (RN), a capital potiguar fundada em 25 de dezembro de 1599

Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto 'O Natal em Natal'.
Considerada uma das maiores e mais bonitas do Brasil, a Árvore de Natal instalada no bairro de Mirassol encanta a natalenses e turistas. (Alex Regis/ Secom Natal)
Os moradores da capital do Rio Grande do Norte têm um motivo a mais para se alegrar e vivenciar esta época do ano. Afinal, eles celebram o “Natal em Natal”. Aliás, a capital potiguar recebeu este nome devido a data da sua fundação: 25 de dezembro de 1599. Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto “O Natal em Natal”, promovido pela prefeitura municipal. Ao todo, segundo a prefeitura, são mais de 40 eventos que contemplam dança, música, teatro, audiovisual, artesanato, gastronomia e outras manifestações culturais.
Na zona sul da capital, foi acessa, no dia 3 de dezembro,  a tradicional “árvore de Mirassol”, com 112 metros de altura, ornamentada com enfeites nos formatos de …

POPE FRANCIS GENERAL AUDIENCE 2016.06.08

Campus Party 2018 vendeu 30% a mais de ingressos que edição anterior

A feira de tecnologia Campus Party Brasília 2018 foi encerrada hoje (1°), após ter reunido milhares de pessoas em torno de palestras, oficinas e atividades com temas como o uso da tecnologia da computação, robótica, empreendedorismo e startups. Essa é a segunda edição do evento em Brasília, que começou no dia 27 de junho, no Estádio Nacional Mané Garrincha. Antes prevista para acontecer de 30 de maio a 3 de junho, a feira foi adiada para esta semana por causa da greve dos caminhoneiros. De acordo com o diretor da Campus Party Brasil, Tônico Novaes, o evento contabilizou um volume de vendas de ingressos pelo menos 30% maior que a primeira edição da Campus Party em Brasília, realizada no ano passado.  Para Tônico Novaes, a edição no Distrito Federal se destacou pela elevada participação e envolvimento dos que estão no evento.  “Os campuseiros daqui são realmente engajados no conteúdo. Andando por aqui você vai ver todos os workshops e bancadas cheias e a estrutura está bem maior que a …