Ucrânia celebrará o Natal no dia 25 de dezembro pela primeira vez na história

O país celebrava o Natal de acordo com o calendário grego

O Natal na Ucrânia será diferente este ano, isso por causa de uma lei ratificada recentemente pelo Presidente do país, Petro Poroshenko, que reconhece como festa nacional o dia de Natal segundo o calendário católico latino. O país celebrava o Natal unicamente de acordo com o calendário grego, empregado pela maioria ortodoxa e pela Igreja Católica Greco Ucraniana, sendo a data da celebração o dia 07 de janeiro.
A declaração da festa de Natal em 25 de dezembro foi aprovada com 238 votos pelo Parlamento ucraniano no dia 16 de novembro passado, e significa a celebração de dois natais. A medida permitirá aos católicos de rito latino cumprir suas obrigações religiosas com maior facilidade, assim como beneficiará a outras comunidades cristãs.
“Na Ucrânia há por volta de 11 mil comunidades religiosas católicas e protestantes que celebram o Natal segundo o calendário gregoriano, quer dizer, no dia 25 de dezembro”, reconhece o memorando do projeto de lei aprovado. “Esta data é também aceitável”.
A diferença dos calendários se registra a partir da reforma do Papa Gregório XIII em 1582, que atendeu os estudos de cientistas da Universidade de Salamanca e corrigiu a inexatidão do calendário juliano para que concordasse de forma precisa com o ano solar. Com a reforma se obteve que várias festas litúrgicas pudessem ser celebradas em datas fixas.

Comentários

Mais Visitadas

Físico brasileiro recebe Prêmio Templeton de 2019

Câmara homenageia mulheres que se destacaram na luta por direitos

Capela revestida por milhares de ossos é ponto turístico excêntrico em Portugal

João Carlos Marinho, o gênio dos livros

Inep cria comissão para decidir itens que farão parte do Enem 2019