Amor Towles: enredo folhetinesco e detalhes de época

‘Um Cavalheiro em Moscou’ se tornou um best-seller, com 1 milhão de exemplares vendidos nos Estados Unidos

 
(./Divulgação)
Aleksandr Rostov é conde, e, portanto, suspeito aos olhos dos bolcheviques na Rússia de 1922. Conta a seu favor, porém, um poema de agitação política escrito em tempos pré-revolucionários. Os comissários do regime decidem que o conde, afinal, não merece ser fuzilado — mas será confinado em um hotel de Moscou, de onde observará as reviravoltas da história. O enredo folhetinesco e a boa mão para detalhes de época fizeram do romance Um Cavalheiro em Moscou (tradução de Rachel Agavino; Intrínseca; 464 páginas; 49,90 reais ou 34,90 reais em versão digital), do americano Amor Towles, um best-seller, com 1 milhão de exemplares vendidos nos Estados Unidos.

Fonte: Veja

Comentários

Mais Visitadas

As dores da humanidade

Tudo começa com o caderno de caligrafia

Missão da Unesco faz primeira visita ao Museu Nacional

14 etnias não têm seu idioma original preservado no Estado do Ceará

Adjetivando a vida