Pular para o conteúdo principal

Jovens de casas de acolhimento recebem prêmios através de concurso de redação

Os adolescentes ganhadores receberão como prêmio um tablet, que será entregue no próximo dia 23 de fevereiro, às 9h, na casa de acolhimento Nova Vida

Foto: Reprodução / Internet
Quando viajar é praticamente impossível, os livros trazem a possibilidade de conhecer o mundo e de viver novas experiências sem sair do lugar. Em ambientes como casas de acolhimento, a leitura é uma fonte de informação e de diversão para crianças e adolescentes.
Para estimular ainda mais este hábito a Defensoria Pública, através do Núcleo de Atendimento da Defensoria Pública na Infância e Juventude (Nadij), promoveu o concurso “Uma viagem dentro do livro”, I Concurso Defensoria Amiga dos Abrigos de Redação da Defensoria Pública do Estado do Ceará.
O Concurso é destinado a crianças e adolescentes, de 8 a 17 anos, em acolhimento institucional no município de Fortaleza.
As redações produzidas por três adolescentes foram selecionadas dentre 47 textos recebidos de 12 casas de acolhimento de Fortaleza. As redações foram avaliadas pelos defensores públicos do Nadij.
Os jovens ganhadores receberão como prêmio um tablet, que será entregue no próximo dia 23 de fevereiro, às 9h, na casa de acolhimento Nova Vida. Neste dia serão entregues também os livros que foram arrecadados pelo Nadij na campanha realizada no mês da criança.
O defensor público e supervisor do Núcleo, Adriano Leitinho, ressalta a iniciativa destacando que o concurso incentivou a prática da leitura por crianças e adolescentes, abrindo portas para um mundo que eles não conhecem e não têm acesso, estimulando o desenvolvimento mental e, mais do que tudo, o crescimento intelectual dessas crianças. “Além disso, o concurso alimenta um saudável espírito competitivo e transmite para as crianças e para os adolescentes acolhidos a ideia de que o importante nem sempre é ganhar, mas participar e tirar o maior proveito das oportunidades que são dadas.
Eles ficaram bastante empolgados com a atividade e o que mais me chamou a atenção foi o espírito solidário entre eles, principalmente dos que faziam parte da mesma unidade de acolhimento, pois todos queriam ganhar para levar os livros para a sua instituição”, comenta Adriano Leitinho.
O objetivo desta iniciativa é promover a educação e a cultura de crianças e adolescentes em acolhimento institucional ou familiar bem como garantir o direito de participação consagrado não apenas pelo Estatuto da Criança e do Adolescente de 1990 como pela Convenção da ONU sobre Direitos da Criança de 1989.

Serviço

Entrega da Premiação do concurso:Uma Viagem Dentro dos Livros
Dia 23/02/2018 às 9h na Casa de Acolhimento Nova Vida
Com informações da Defensoria Pública do Estado do Ceará

Boa Notícia

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O Natal em Natal (RN), a capital potiguar fundada em 25 de dezembro de 1599

Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto 'O Natal em Natal'.
Considerada uma das maiores e mais bonitas do Brasil, a Árvore de Natal instalada no bairro de Mirassol encanta a natalenses e turistas. (Alex Regis/ Secom Natal)
Os moradores da capital do Rio Grande do Norte têm um motivo a mais para se alegrar e vivenciar esta época do ano. Afinal, eles celebram o “Natal em Natal”. Aliás, a capital potiguar recebeu este nome devido a data da sua fundação: 25 de dezembro de 1599. Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto “O Natal em Natal”, promovido pela prefeitura municipal. Ao todo, segundo a prefeitura, são mais de 40 eventos que contemplam dança, música, teatro, audiovisual, artesanato, gastronomia e outras manifestações culturais.
Na zona sul da capital, foi acessa, no dia 3 de dezembro,  a tradicional “árvore de Mirassol”, com 112 metros de altura, ornamentada com enfeites nos formatos de …

POPE FRANCIS GENERAL AUDIENCE 2016.06.08

Participe da Coletânea "100 Poetas e 100 Sonetos"

O Instituto Horácio Dídimo de Arte, Cultura e Espiritualidade está selecionando 100 poetas para compor a Coletânea “100 Poetas e 100 Sonetos”. Os sonetos são de tema livre e devem ser metrificados em qualquer tamanho ou estilo, rimados ou não. 

Não haverá taxa de inscrição e nem obrigatoriedade de aquisição do livro pelos participantes, que em contrapartida cedem seus direitos autorais. 

A data e local do lançamento da coletânea serão definidos posteriormente. 

Para participar, envie o seu soneto para o email ihd@institutohoraciodidimo.org ou pelo formulário até 10/07/2019 com uma breve biografia.

Por https://institutohoraciodidimo.org/2019/06/11/coletanea-100-poetas-e-100-sonetos/