Pular para o conteúdo principal

União Brasileira dos Escritores comemora 60 anos em solenidade no Recife

Alexandre Santos
Alexandre SantosFoto: Ed Machado/Folha de Pernambuco
A União Brasileira dos Escritores (UBE), sediada no Recife, promoveu um encontro literário na noite dessa quarta-feira (14) em comemoração aos 60 anos da instituição. O evento, realizado na sede, denominada Casa Rosada da Rua Santana, no bairro homônimo, Zona Norte da capital, reuniu dezenas de escritores pernambucanos. Na ocasião, foi instituído o Ano Literário Raquel Carrilho, escritora que será homenageada durante 2018.
A UBE foi criada em 17 de janeiro de 1958 com o objetivo discutir políticas públicas referentes à literatura. Com sede no Recife e em São Paulo, hoje conta com 1.300 escritores associados.
Presidente da entidade há 10 anos, o escritor Alexandre Santos ressalta que a UBE é uma associação para quem escreve e para quem lê. "A leitura é mais do que um instrumento de entretenimento. As pessoas que leem compreendem o mundo sob outra ótica e passam a ser mais resistentes à manipulação. A leitura é a melhor forma de preservar a democracia", diz.
Para estimular a leitura, a União realiza programas culturais, entre eles, o Quarta às Quatro, que reúne, todas as quartas-feiras às 16h, cerca de 50 escritores em um sarau na sede da instituição. A UBE também promove o projeto O Amor na Literatura, com a realização de palestras mensais de escritores em escolas do Recife, e as Jornadas Culturais, que levam escritores para outras cidades de Pernambuco para um intercâmbio cultural e que já percorreu mais de 30 municípios.

A escritora Fátima Almeida, associada há oito anos, reforça a importância da troca de experiências proporcionada pela entidade. "É aqui que a gente se encontra, que falamos dos nossos trabalhos e escutamos as pessoas falarem sobre as coisas que escrevem, reforçando o valor da literatura", conta.
Fonte: www.folhape.com.b

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O Natal em Natal (RN), a capital potiguar fundada em 25 de dezembro de 1599

Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto 'O Natal em Natal'.
Considerada uma das maiores e mais bonitas do Brasil, a Árvore de Natal instalada no bairro de Mirassol encanta a natalenses e turistas. (Alex Regis/ Secom Natal)
Os moradores da capital do Rio Grande do Norte têm um motivo a mais para se alegrar e vivenciar esta época do ano. Afinal, eles celebram o “Natal em Natal”. Aliás, a capital potiguar recebeu este nome devido a data da sua fundação: 25 de dezembro de 1599. Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto “O Natal em Natal”, promovido pela prefeitura municipal. Ao todo, segundo a prefeitura, são mais de 40 eventos que contemplam dança, música, teatro, audiovisual, artesanato, gastronomia e outras manifestações culturais.
Na zona sul da capital, foi acessa, no dia 3 de dezembro,  a tradicional “árvore de Mirassol”, com 112 metros de altura, ornamentada com enfeites nos formatos de …

POPE FRANCIS GENERAL AUDIENCE 2016.06.08

Participe da Coletânea "100 Poetas e 100 Sonetos"

O Instituto Horácio Dídimo de Arte, Cultura e Espiritualidade está selecionando 100 poetas para compor a Coletânea “100 Poetas e 100 Sonetos”. Os sonetos são de tema livre e devem ser metrificados em qualquer tamanho ou estilo, rimados ou não. 

Não haverá taxa de inscrição e nem obrigatoriedade de aquisição do livro pelos participantes, que em contrapartida cedem seus direitos autorais. 

A data e local do lançamento da coletânea serão definidos posteriormente. 

Para participar, envie o seu soneto para o email ihd@institutohoraciodidimo.org ou pelo formulário até 10/07/2019 com uma breve biografia.

Por https://institutohoraciodidimo.org/2019/06/11/coletanea-100-poetas-e-100-sonetos/