Pular para o conteúdo principal

O cair do dia no Parque do Cocó ganhou novas cores aos domingos

ORQUESTRA BACHIANA Jovem Tapera
das Artes abriu a programação  MAURI MELO
O cair do dia no Parque do Cocó ganhou novas cores aos domingos.
Até o mês de junho, cinco fins de semana serão musicais no Anfiteatro do local, com o projeto Orquestras no Parque, que abriu as atividades ontem. Os jovens alunos da Associação Tapera das Artes, que tem sede em Aquiraz, fizeram a trilha sonora do fim de tarde, com uma apresentação de cerca de uma hora e meia.
Famílias, grupos de amigos e pessoas sozinhas pararam um pouco para assistir e ouvir o repertório da Orquestra Bachiana Jovem Tapera das Artes. A estudante cuiabana Mariana Galvão Ness, 21, costuma se reunir com um grupo de sete amigas para ocupar diversos espaços da Cidade, como a Praça Luiza Távora e o calçadão da Beira Mar. “Aqui é um espaço aberto ideal para a gente trazer os cachorros para brincarem. Decidimos nos reunir, trazê-los, pela primeira vez, e fazer um piquenique. Essa ocupação é importante”, narra.
O aniversário de 31 anos do produtor cultural Carlos Eduardo Mesquita de Albuquerque foi comemorado ontem à tarde no Parque do Cocó, ao som dos alunos da Tapera das Artes. Ele estendeu toalhas no chão, levou cadeiras, pratos de comidas, cerveja e reuniu grupos de amigos e parentes para celebrar a nova idade e os encontros. “Costumamos ir onde tem esses eventos, como a (Praça da) Gentilândia e aqui”, conta.
O dia 29 deste mês terá o segundo concerto do projeto, levando a Orquestra de Sopros de Pindoretama ao Cocó. Em maio, haverá agenda nos dias 13e 27. Já em junho, haverá apenas um concerto, que será também o encerramento desta primeira edição, no no dia 27.
Fabiano Piúba, titular da Secretaria da Cultura, explica que o projeto, em parceria com a Secretaria do Meio Ambiente, quer dar visibilidade às orquestras do Estado e gerar um circuito de apresentações. “A gente quer ampliar, para o próximo ano, para outras regiões do Estado. Por exemplo, o Geoparque do Araripe, na Chapada do Araripe, pode receber essa programação. A gente pensa em como estender a ação”, adianta.
O projeto, por enquanto, está previsto para ocorrer apenas no Cocó. E são concertos protagonizados por jovens alunos de instituições de ensino, como Orquestra de Sopros de Pindoretama, Orquestras Infantil e Juvenil de Orós, Orquestra Jacques Klein e Orquestra de Sopros do Piamarta. “São instituições que têm suas orquestras, mas também trabalham com a formação de jovens”, explica Piúba.
SERVIÇO
Projeto Orquestras no Parque Onde: Anfiteatro do Parque do Cocó (avenida Padre Antônio Tomás, 2964-3020 - Cocó) Gratuito e aberto ao público 
Orquestra de Sopros de Pindoretama Quando: 29 de abril, às 16h30min 
Orquestra Infantil e Orquestra Juvenil de Orós Quando: 13 de maio, às 16h30min 
Orquestra de Sopros do Piamarta Quando: 27 de maio, às 16h30min 
Orquestra Jacques Klein Quando: 10 de junho, às 16h30min

O Povo

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O Natal em Natal (RN), a capital potiguar fundada em 25 de dezembro de 1599

Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto 'O Natal em Natal'.
Considerada uma das maiores e mais bonitas do Brasil, a Árvore de Natal instalada no bairro de Mirassol encanta a natalenses e turistas. (Alex Regis/ Secom Natal)
Os moradores da capital do Rio Grande do Norte têm um motivo a mais para se alegrar e vivenciar esta época do ano. Afinal, eles celebram o “Natal em Natal”. Aliás, a capital potiguar recebeu este nome devido a data da sua fundação: 25 de dezembro de 1599. Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto “O Natal em Natal”, promovido pela prefeitura municipal. Ao todo, segundo a prefeitura, são mais de 40 eventos que contemplam dança, música, teatro, audiovisual, artesanato, gastronomia e outras manifestações culturais.
Na zona sul da capital, foi acessa, no dia 3 de dezembro,  a tradicional “árvore de Mirassol”, com 112 metros de altura, ornamentada com enfeites nos formatos de …

POPE FRANCIS GENERAL AUDIENCE 2016.06.08

Participe da Coletânea "100 Poetas e 100 Sonetos"

O Instituto Horácio Dídimo de Arte, Cultura e Espiritualidade está selecionando 100 poetas para compor a Coletânea “100 Poetas e 100 Sonetos”. Os sonetos são de tema livre e devem ser metrificados em qualquer tamanho ou estilo, rimados ou não. 

Não haverá taxa de inscrição e nem obrigatoriedade de aquisição do livro pelos participantes, que em contrapartida cedem seus direitos autorais. 

A data e local do lançamento da coletânea serão definidos posteriormente. 

Para participar, envie o seu soneto para o email ihd@institutohoraciodidimo.org ou pelo formulário até 10/07/2019 com uma breve biografia.

Por https://institutohoraciodidimo.org/2019/06/11/coletanea-100-poetas-e-100-sonetos/