Pular para o conteúdo principal

Às nossas mães

Padre Geovane Saraiva*


Neste dia dedicado às mães, que nossas preces subam fervorosas aos céus, na intenção de nossas queridas mães. Preces essas associadas, evidentemente, à nossa mãe Maria, uma mãe comum de todos os seres humanos.

Que a seu exemplo, cresçamos na disposição de acolher o projeto amoroso de Deus. De Maria, e com ela, aprendamos a ouvir, no silêncio, a voz de Deus, sempre querendo falar, lá no mais profundo do nosso coração, e ao mesmo tempo agradecidos a Ele pelo dom da vida como um todo, voltando-nos, neste 13 de maio, para nossas queridas mães: as vivas e as falecidas.

Mãe de 15 anos, Viviane, filha Liliane e Pe. Geovane. 
Paróquia Santo Afonso, Natal 2017  
Foto: Pe. Geovane Saraiva
Maria, mulher que soube recorrer a quem podia socorrer diante da aflição, quando o vinho veio a faltar, indicou-nos, já naquela ocasião, a aflição e o caminho da cruz, inseparáveis da vida de nossas queridas mães. Como é maravilhoso ver o vigor e a força de uma mulher-mãe! “Maria, toda bela, toda pura, toda santa, a glória de Jerusalém, a alegria de Israel, a honra de seu povo, a nossa honra, garantindo o pleno êxito da redenção pela sua íntima participação na obra redentora de seu Filho". Na inesgotável bondade de Deus com a humanidade; no contexto eminentemente terno e afável, que jamais nos esqueçamos de nossas queridas mães.

Que a confiante súplica elevada ao Senhor Deus, neste Dia das Mães, seja na intenção de animar e de melhor compreender nossas mães, tendo, no coração, a serenidade, a disponibilidade, o silêncio e a alegria de Maria. A grande verdade, de acordo com o projeto indizível de Deus, é de que a Santa Mãe de Deus, inegável glória do gênero humano, se encontra junto a Ele. E, na comemoração do Dia das Mães, que venha sempre, e cada vez mais, a firme convicção de acolher o convite de dar continuidade à vontade do Pai, inaugurado por Jesus de Nazaré.

Neste domingo da Ascensão do Senhor, contemplemos Jesus lá no céu, sentado à direita de Deus, mas com o olhar voltado para a humanidade, direcionado para nossas queridas mães! Que elas participem de um convívio harmonioso, não só nesta data, como sempre, ofertando ao mundo muitos e bons frutos! Mães, parabéns!

*Padre, Jornalista, Colunista e Pároco de Santo Afonso, Parquelândia, Fortaleza-CE. Da Academia Metropolitana de Letras de Fortaleza geovanesaraiva@gmail.com

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Participe da Coletânea "100 Poetas e 100 Sonetos"

O Instituto Horácio Dídimo de Arte, Cultura e Espiritualidade está selecionando 100 poetas para compor a Coletânea “100 Poetas e 100 Sonetos”. Os sonetos são de tema livre e devem ser metrificados em qualquer tamanho ou estilo, rimados ou não. 

Não haverá taxa de inscrição e nem obrigatoriedade de aquisição do livro pelos participantes, que em contrapartida cedem seus direitos autorais. 

A data e local do lançamento da coletânea serão definidos posteriormente. 

Para participar, envie o seu soneto para o email ihd@institutohoraciodidimo.org ou pelo formulário até 10/07/2019 com uma breve biografia.

Por https://institutohoraciodidimo.org/2019/06/11/coletanea-100-poetas-e-100-sonetos/

O Natal em Natal (RN), a capital potiguar fundada em 25 de dezembro de 1599

Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto 'O Natal em Natal'.
Considerada uma das maiores e mais bonitas do Brasil, a Árvore de Natal instalada no bairro de Mirassol encanta a natalenses e turistas. (Alex Regis/ Secom Natal)
Os moradores da capital do Rio Grande do Norte têm um motivo a mais para se alegrar e vivenciar esta época do ano. Afinal, eles celebram o “Natal em Natal”. Aliás, a capital potiguar recebeu este nome devido a data da sua fundação: 25 de dezembro de 1599. Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto “O Natal em Natal”, promovido pela prefeitura municipal. Ao todo, segundo a prefeitura, são mais de 40 eventos que contemplam dança, música, teatro, audiovisual, artesanato, gastronomia e outras manifestações culturais.
Na zona sul da capital, foi acessa, no dia 3 de dezembro,  a tradicional “árvore de Mirassol”, com 112 metros de altura, ornamentada com enfeites nos formatos de …

POPE FRANCIS GENERAL AUDIENCE 2016.06.08