Aula de Inglês coloca aluno no centro com palestra e poesia

A partir da combinação de técnicas do TED Talk e da poesia, os alunos despertam para expressão e ampliam vocabulário
Por: Soraia Yoshida
Foto: Getty Images
Criar uma atividade para sua aula de Inglês, colocando o aluno no centro do aprendizado e utilizando as mídias disponíveis, como está na Base Nacional Comum Curricular (BNCC), pode ser menos desafiador do que parece. A partir da Oficina Literária apresentada para formação de professores do Time de Autores, NOVA ESCOLA apresenta uma sugestão que pode servir de base para aulas de Língua Inglesa.
Aluno aprende a dar uma palestra
O professor apresenta à classe o desafio de que cada aluno da classe pode ser um palestrante. O exemplo é um vídeo do TEDTalk. TED é uma organização que posta vídeos de palestras curtas, mas sempre feitas por profissionais das mais diversas áreas, de maneira interessante. Por trazerem conteúdo tão diverso, os vídeos podem ser usados em aulas de Ciências, História, Geografia, Biologia, Física, Matemática etc.
No vídeo do TEDTalk, o especialista em som e comunicação Julian Treasure afirma que nós gastamos 60% do tempo em que nos comunicamos com os outros ouvindo, mas que só absorvemos de fato 25% - o que o leva a crer que estamos perdendo a capacidade de ouvir. A partir daí, ele explica o que fazer para exercitar e melhorar nossa capacidade de ouvir a natureza, o mundo, aos outros e até nós mesmos. E propõe caminhos para que nos tornemos o que chama de "ouvintes conscientes".
A partir do vídeo, o professor pode puxar uma discussão rápida para levantar os principais pontos da palestra. Qual a mensagem? Nós ouvimos tudo o que é dito? O que está acontecendo com nossa capacidade de ouvir? O que podemos fazer para melhorar nossa audição?
Na sequência, o professor divide a classe em grupos e propõe aos alunos que pensem em um tema qualquer que poderiam explorar em uma palestra como a que assistiram. Eles podem escrever os pontos principais do que querem dizer, qual tese vão desenvolver e qual a conclusão dessa tese, baseada em fatos. Para montar uma palestra de sucesso, é importante estar atento a alguns pontos: a tese/mensagem deve ser clara; deve ter uma abertura, desenvolvimento e conclusão; linguagem compreensiva; uso de linguagem e outros recursos para favorecer a compreensão.
Depois, cada aluno do grupo falará sobre seu tema aos colegas. E eles vão dizer se o tema captou sua atenção, se compreenderam a exposição de ideias. Na oficina do Time de Autores, os professores tiveram cinco minutos para preparar sua palestra sobre quais são as habilidades essenciais para um professor e apresentaram oralmente aos colegas em três minutos.
Com essa atividade, os alunos vão melhorar sua capacidade de interpretação de ideias e explorar seu vocabulário, dentro de um contexto apresentado. Essa atividade pode ser explorada em uma aula ou dividida com uma outra atividade complementar.

Aluno descobre o som e o ritmo da poesia
As oficinas literárias são uma forma eficiente de apresentar diferentes gêneros de narrativa para os alunos. Neste exemplo, temos uma oficina de poesia, que partiu de um texto da poeta canadense Margaret Atwood, autora do "Conto da Aia", que se tornou uma série de sucesso da Netflix. O professor apresenta um áudio do poema "Spelling", em que a sonoridade é semelhante a de um robô. Segue-se uma discussão rápida sobre o significado do poema. Logo depois, os alunos podem se reunir em grupos para tentar sua própria versão do poema e apresentá-la diante da classe.
Após a apresentação, o professor pode apresentar uma leitura de poema para sua turma. Na oficina literária do Time de Autores, o vídeo apresentado trouxe a poetisa nascida na Jordânia, Suheir Hammad, declamando seu poema "What I will", em que critica a guerra.
Essa atividade pode ser apresentada em uma aula, com exposição, interpretação e organização para apresentar os poemas oralmente.
Fonte: Nova Escola

Comentários

Mais Visitadas

Dentro da rotina das redes sociais, mulheres dividem as dificuldades e os pontos positivos de expor a maternidade

A Palavra Não

LAMENTAÇÕES DE UM LÁPIS

Livros com temática de direitos humanos são vandalizados na UnB