Literatura na praça

Iniciativa de escola de Bela Vista do Fão proporciona acesso dos moradores aos livros, revistas e jornais

 Créditos: Alício de Assunção 
CONHECIMENTO: Geladeira guarda livros que podem ser retirados pela população Alício de Assunção
Lajeado - Desde segunda-feira, quem frequentar a praça em frente à igreja católica no Distrito de Bela Vista do Fão irá deparar-se com uma novidade: uma geladeira acomoda dezenas de livros, revistas e jornais que podem ser retirados pelos frequentadores e, é claro, depois de lidos, devolvidos. A iniciativa "Biblioteca na Praça" faz parte de um projeto de compartilhamento de conhecimento que envolve os professores e alunos da Escola Estadual Frei Antônio.
"Nossa intenção é proporcionar leitura para toda a comunidade", destaca a diretora Maristela Giovanella. No primeiro dia, dezenas de alunos e integrantes do grupo da terceira idade da localidade acompanharam uma rápida apresentação do projeto e em seguida já conferiram os exemplares. De acordo com a professora Isabela Groff, entre os objetivos estão o de oportunizar a leitura a todas as pessoas, criar uma consciência da importância de ler, propor experiências diferentes em ambientes abertos e promover ações de integração.
Os cerca de 60 alunos envolveram-se em atividades como Semana do Livro Infantil, pintura da geladeira, colagem de adesivos, parceria com o Cipave e divulgação. Ainda de acordo com os educadores a intenção do projeto se reforça ao se disseminar cada vez mais o gosto pela leitura. "Também, conservar valores como contação de histórias orais pelas pessoas mais idosas e valorizar a parceria de sempre com a comunidade de Bela Vista do Fão e o grupo da terceira idade. Desejamos que nossos alunos aprendam que, mesmo residindo em uma comunidade do interior, valores como respeito e cuidado ao que é de todos devem ser observados sempre; e, que podemos sim, usar espaços comuns para a promoção da leitura", comenta Isabela. Para 2 de julho uma nova atividade está prevista no local com a presença de um grupo de escritores da Academia Literária do Vale do Taquari (Alivat).
Interesse
A agricultora aposentada Geni Groff (71) aproveitou o primeiro dia para procurar um exemplar de revista com um assunto que tem interesse. "Adoro fotografias e textos que falem sobre casas e construções e já encontrei ideias nessa publicação sobre arquitetura", comentou.

Comentários

Mais Visitadas

MEU PROFESSOR: MEU SUPER-HERÓI

Morre, aos 92 anos, a escritora Zibia Gasparetto

A Palavra Não

Dentro da rotina das redes sociais, mulheres dividem as dificuldades e os pontos positivos de expor a maternidade