Museu da Fotografia Fortaleza realiza nesta quinta (17) palestra sobre a imagem contemporânea

Trabalhos dos fotógrafos convidados Rochelle Costi (imagem maior) e Pedro Motta, que falam sobre fotografia contemporânea no MFF
O que é um olhar contemporâneo sobre a fotografia? O assunto costuma (re)acender debates frequentes no campo das artes visuais, sem respostas exatas - sendo necessário considerar diferentes aspectos dos processos de realização e leitura da obra, bem como o período em que ocorreram e suas respectivas transformações tecnológicas.
Nessa equação, porém, uma das principais características da fotografia contemporânea é a expressão autoral. Se bem empreendida, é possível reconhecer em um trabalho o traço particular do fotógrafo, que procura métodos de descobrir formas novas e empolgantes de capturar imagens.
Para abordar os diferentes pontos desse tema, o Museu da Fotografia Fortaleza (MFF) traz Rochelle Costi e Pedro Motta em uma conversa com o público fortalezense, nesta quinta-feira (17), às 15h. Com participação gratuita, os interessados só precisam se inscrever no site sympla.Com.Br.
Conexão
O convite partiu de uma colaboração generosa de Dodora Guimarães Esmeraldo, viúva do artista cearense Sérvulo Esmeraldo (1929-2017), curadora de seu acervo e fundadora do Instituto Sérvulo Esmeraldo. O escultor e gravurista é o homenageado da 6ª edição do Prêmio CNI, Sesi Senai Marcantonio Vilaça, que inaugura três exposições nesta sexta (18) em Fortaleza.
Entre os artistas contemplados pelo Prêmio este ano estão Pedro Motta e Rochelle Costi. "Dodora conheceu meu trabalho a partir daí e fez essa ponte com o Museu", conta Pedro.
Nascido em Belo Horizonte, em 1977, formou-se em Desenho pela Escola de Belas Artes da UFMG em 2002. Hoje vive e trabalha no município mineiro de São João del-Rei - uma mudança que o levou a transformar, também, sua pesquisa em fotografia.
"Quando vivia em Belo Horizonte, meu trabalho tinha influência grande da cidade, da urbe. Num segundo momento comecei uma série sobre o deslocamento do centro urbano para a zona rural, na qual aparecia um encantamento por esse novo espaço, da natureza", conta Pedro.
"Depois, seguiu-se um aprofundamento dessa pesquisa sobre o campo, especificamente sobre a mesorregião Campos das Vertentes, onde se localiza São João", completa.
Assim, sua investigação debruça-se sobre paisagens, espaços naturais e rurais da região. "Obviamente ela fala de espaços da natureza e dos conflitos cotidianos entre as pessoas e o campo, o impacto da atuação humana no ambiente", ressalta ele. Na palestra, sua fala será estruturada a partir desses três momentos distintos da carreira, com exibição de pelo menos 180 imagens. "Será um panorama bem generoso", assegura o convidado.
Diálogo
Como fotógrafo, Pedro Motta já participou de mais de 20 exposições, dentro e fora do Brasil; também ganhou prêmios e escreveu dois livros. Em diálogo com a obra do mineiro, a gaúcha Rochelle Costi vai apresentar um trabalho que mistura a fotografia a outras linguagens artísticas, a exemplo do vídeo e da instalação.
A fotografia como maneira de colecionar é uma concepção diretamente refletida no trabalho da profissional, que hoje mora e atua em São Paulo. Rochelle trabalha com escalas diferentes e as confronta em suas imagens. Joga com pontos de vista causando certo estranhamento e desconforto, sensações que prendem o público em suas imagens e o faz refletir sobre elas.
Assim, como o colega de palestra, já participou de diversas exposições nacionais e internacionais e ganhou prêmios ao longo da carreira.
Iniciativas
A palestra desta quinta insere-se na estratégia do Museu da Fotografia Fortaleza de atuar não apenas na exibição e democratização do acesso à arte, focada na linguagem fotográfica, mas de contribuir para a formação na área, a partir de encontros, cursos e visitas guiadas, voltados a artistas, educadores estudantes e também o público geral.
Mais informações:
Palestra sobre fotografia contemporânea. Nesta quinta (17), às 15h, no Museu da Fotografia Fortaleza (R. Frederico Borges, 545, Varjota). Inscrições gratuitas, no site sympla.com.br. Contato: (85) 3017.3661
Diário do Nordeste

Comentários

Mais Visitadas

Papa Francisco sobre os direitos humanos: todos têm o direito de ser felizes

Amigos e familiares relembram Patativa do Assaré em especial na TV Verdes Mares

Ednardo deve ser atração no Réveillon de Fortaleza