Pular para o conteúdo principal

Sobral comemora centenário da Teoria da Relatividade

por Marcelino Júnior - Colaborador
Quase 100 anos depois, a importância do feito foi lembrada no encontro a céu aberto que reuniu cientistas, acadêmicos e pessoas comuns ( Foto: Marcelino Júnior )
Sobral. A Praça do Patrocínio, no Centro de Sobral, recebeu grande número de pessoas, nessa terça-feira (29), que prestigiaram a abertura do "Ano Municipal das Ciências". O evento, realizado ao lado do complexo científico que engloba o Museu do Eclipse e o Planetário de Sobral, marca o início da programação que antecede a comemoração dos 100 anos da comprovação da Teoria da Relatividade Geral (29 de maio de 2019), formulada pelo físico alemão Albert Einstein e comprovada em Sobral, pela observação do mais famoso eclipse solar, em 1919.
Quase 100 anos depois, a importância do feito foi lembrada no encontro a céu aberto que reuniu cientistas, acadêmicos e pessoas comuns, como o professor Antônio Soares, que levou a filha, de 7 anos, para aprender um pouco mais sobre a história do fenômeno que trouxe grandes transformações para a ciência. "Hoje, Sobral passa a rememorar esse fato tão importante. Fico feliz em poder compartilhar isso com minha filha, que está encantada com a história do eclipse", disse.
Na Praça, as pessoas ouviram a Banda de Música e tiveram acesso à exposição "Centenário do Eclipse de Sobral", com fotografias da época recontando os fatos vividos pela equipe destacada para registrar o fenômeno, em Sobral, colocando a Cidade no mapa do cenário científico. Na época, a comprovação da Teoria revolucionou a ciência moderna, derrubando ideias fundamentais da Física clássica, ao mostrar que o espaço não era absoluto e o tempo não corria de modo uniforme, dependendo do ponto de vista do observador.
Segundo Ildeu de Castro Moreira, presidente da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), as atividades a serem realizadas ao longo do ano aproximarão mais ainda as pessoas dos grandes feitos científicos. "Esse impacto enorme na Física e na nossa visão de mundo, causado pela comprovação, passa a ser dividido com a população de Sobral e região com maior efetividade. Em maio de 2019, reuniremos aqui cientistas brasileiros e internacionais para marcar a importância desse evento", adianta.
Na solenidade de abertura, o prefeito Ivo Gomes assinou Decreto que dispõe sobre a instituição do Ano Municipal das Ciências em Sobral. Em sua fala, ressaltou quanto esse fato é importante para a educação das novas gerações. "Aqui, ao longo do ano, teremos a aproximação de cientistas, estudantes e pessoas que se interessam pelo tema. É bom que as pessoas fiquem atentas à divulgação das muitas atividades que estarão à disposição de todos. Aproveitem bem a oportunidade", disse, ao lado da vice-governadora, Isolda Cela.
Ela também lembrou o quanto as comemorações são importantes. "Esse é um trabalho de parcerias, que proporcionará a todos uma experiência única", disse aos presentes, que também assistiram ao espetáculo "A Natureza da Luz", do Grupo Teatro Seara, da Seara da Ciência da UFC. A peça apresenta Isaac Newton e Christian Huygens, em uma discussão sobre seus respectivos modelos para explicar o que é a luz e como ela se decompõe nas cores elementares, até que Albert Einstein surge com seu ponto de vista comprovadamente revolucionário.
Durante o Ano Municipal das Ciências, serão realizadas, na Cidade, palestras, exposições, congressos, simpósios, além da construção do "Monumento da Luz", por meio do Concurso Público Nacional de Ideias de Arquitetura e Urbanismo.
Segundo Francisco Carvalho Arruda Coelho, secretário adjunto de Ciências, Tecnologia e Educação Superior do Estado, "essas atividades ocorrerão em outras cidades, como Fortaleza e Rio de Janeiro, até o encerramento das ações. Equipamentos científicos também serão instalados aqui, e esperamos uma grande participação dos moradores, dentro das muitas atividades lúdicas a serem oferecidas".

Diário do Nordeste

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O Natal em Natal (RN), a capital potiguar fundada em 25 de dezembro de 1599

Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto 'O Natal em Natal'.
Considerada uma das maiores e mais bonitas do Brasil, a Árvore de Natal instalada no bairro de Mirassol encanta a natalenses e turistas. (Alex Regis/ Secom Natal)
Os moradores da capital do Rio Grande do Norte têm um motivo a mais para se alegrar e vivenciar esta época do ano. Afinal, eles celebram o “Natal em Natal”. Aliás, a capital potiguar recebeu este nome devido a data da sua fundação: 25 de dezembro de 1599. Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto “O Natal em Natal”, promovido pela prefeitura municipal. Ao todo, segundo a prefeitura, são mais de 40 eventos que contemplam dança, música, teatro, audiovisual, artesanato, gastronomia e outras manifestações culturais.
Na zona sul da capital, foi acessa, no dia 3 de dezembro,  a tradicional “árvore de Mirassol”, com 112 metros de altura, ornamentada com enfeites nos formatos de …

POPE FRANCIS GENERAL AUDIENCE 2016.06.08

Campus Party 2018 vendeu 30% a mais de ingressos que edição anterior

A feira de tecnologia Campus Party Brasília 2018 foi encerrada hoje (1°), após ter reunido milhares de pessoas em torno de palestras, oficinas e atividades com temas como o uso da tecnologia da computação, robótica, empreendedorismo e startups. Essa é a segunda edição do evento em Brasília, que começou no dia 27 de junho, no Estádio Nacional Mané Garrincha. Antes prevista para acontecer de 30 de maio a 3 de junho, a feira foi adiada para esta semana por causa da greve dos caminhoneiros. De acordo com o diretor da Campus Party Brasil, Tônico Novaes, o evento contabilizou um volume de vendas de ingressos pelo menos 30% maior que a primeira edição da Campus Party em Brasília, realizada no ano passado.  Para Tônico Novaes, a edição no Distrito Federal se destacou pela elevada participação e envolvimento dos que estão no evento.  “Os campuseiros daqui são realmente engajados no conteúdo. Andando por aqui você vai ver todos os workshops e bancadas cheias e a estrutura está bem maior que a …