Pular para o conteúdo principal

31 livros foram lançados durante o Festival Vida & Arte

(Foto: Julio Caesar/O POVO)
Durante os quatro dias de Festival Vida & Arte, a programação de literatura  do evento recebeu 31 lançamentos de livros. O FVA também contou com nove relançamentos e um pré-lançamento. “O festival reúne praticamente todas as formas de arte, de representação artística. A literatura é uma delas, então não poderia ficar de fora. Tivemos dois espaços importantes, a Cafeteria Espiritual, com lançamentos de autores locais e saraus, e o 1º Mezanino, que também teve lançamentos de livros e debates sobre literatura com autores locais, nacionais e internacionais”, afirma Regina Ribeiro, editora-executiva da Editora Dummar.
 
Segundo Regina, a ideia foi de que a literatura tivesse uma expressão importante no evento e que os visitantes pudessem ter contato com a obra de escritores contemporâneos. “É importante destacar o livro da Juliana Diniz, uma jovem escritora que estreou no romance. Acredito que é uma forma de colocá-la, como escritora, e também sua literatura em contato com novos autores”, explica a editora, que também destaca o livro Cinema Falado, de Emerson Maranhão e Breve História da Arquitetura Cearense, de Romeu Duarte.
 
De acordo com o presidente da Associação Cearense de Escritores (ACE) Silas Falcão, a entidade lançou 11 livros de seus associados durante a programação. “Há muito tempo a gente trabalha a divulgação de escritores cearenses nos eventos que fazemos. A finalidade [da Associação] é divulgar a literatura local com um ponto bem específico: os autores que estão iniciando”, afirma.
 
Um dos títulos lançados pela ACE Edições foi Fez-Se Dezembro em Nós, de prosa e poesia, parte do projeto Edições em Co-Autoria, que reúne escritores para que possam dividir os custos e a produção da publicação. “Foi uma maneira que nós encontramos de, a um custo baixo, porque é tudo dividido, editar pessoas que ainda não tiveram a oportunidade de publicar um livro”, explica o presidente.
 
Confira os lançamentos:
Abstrações – Eduardo Fontenele (Editora Autografia Edições)
Fez-se Dezembro em nós – Eudismar Mendes, Lucirene Façanha, Nice Arruda e Núbia Brilhante (ACE Edições)
Uma breve história da Arquitetura Cearense - Romeu Duarte (Editora Dummar)
Magia da Vida - Rita Upadhi Maggi
O Despertar de Homens Comuns - Nelson Liano (Editora Best Seller)
Pássaros Neófitos - José Rubens (Expressão Gráfica)
Quase 50, entre contos e encantos - Ana Valéria Moraes (Editora Reflexão)
Literatura cearense: outra história - Rodrigo Marques (Editora Dummar)
Mindfulness para uma vida melhor - Edu Farah
A verdadeira história de Frederico - Camila Barbosa (Editora Dummar)
Para minha mãe - Lilesh Varí Parvati (Editora Dummar)
A grande casca do S - Jorge Pieiro
Apenas viva sem mim - Maria Eduarda Duarte (Premius Editora)
Bullying estou fora - Evandro Ferreira (Premius Editora)
Cinema falado - Émerson Maranhão (Editora Dummar)
Memória dos ossos - Juliana Diniz (Editora Dummar)
Poesia reunida - Bruna Lombardi 
Clímax - Bruna Lombardi 
O jogo da felicidade - Bruna Lombardi 
O medo do sucesso - Ingra Lyberato
Os olhos da janela - Marília Lovatel (Editora Dummar)
Perfis de mulheres cearenses - Gildenia Moura, Wellington Rodrigues, Nadya Gurgel e Maria de Jesus (Arte Visual Gráfica e Editora)
O homem do último dia do mundo - Renato Pessoa (Luazul Edições)
Cruzeiro, vida e metamorfose - Frei Hermínio
Cadastro dos Desesperados - Dimas Carvalho (Expressão Gráfica)
O desespero do sangue - Zélia Sales (Luazul Edições)
Micro poemas - Rosa Morena (Luazul Edições)
Lúcia Rocha Dummar, a guardiã da memória - Lúcia Dummar (Armazém da Cultura)
Miltons poéticos e outros diversos - Carlos Dantas (Editora A Radiadora)
Fitá - Karla Tenório, Duda Coutinho e Padmini (Editora Dummar/Sextante)
Padre Cícero: o filme - Raymundo Netto (Edições Demócrito Rocha)

O Povo

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Participe da Coletânea "100 Poetas e 100 Sonetos"

O Instituto Horácio Dídimo de Arte, Cultura e Espiritualidade está selecionando 100 poetas para compor a Coletânea “100 Poetas e 100 Sonetos”. Os sonetos são de tema livre e devem ser metrificados em qualquer tamanho ou estilo, rimados ou não. 

Não haverá taxa de inscrição e nem obrigatoriedade de aquisição do livro pelos participantes, que em contrapartida cedem seus direitos autorais. 

A data e local do lançamento da coletânea serão definidos posteriormente. 

Para participar, envie o seu soneto para o email ihd@institutohoraciodidimo.org ou pelo formulário até 10/07/2019 com uma breve biografia.

Por https://institutohoraciodidimo.org/2019/06/11/coletanea-100-poetas-e-100-sonetos/

O Natal em Natal (RN), a capital potiguar fundada em 25 de dezembro de 1599

Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto 'O Natal em Natal'.
Considerada uma das maiores e mais bonitas do Brasil, a Árvore de Natal instalada no bairro de Mirassol encanta a natalenses e turistas. (Alex Regis/ Secom Natal)
Os moradores da capital do Rio Grande do Norte têm um motivo a mais para se alegrar e vivenciar esta época do ano. Afinal, eles celebram o “Natal em Natal”. Aliás, a capital potiguar recebeu este nome devido a data da sua fundação: 25 de dezembro de 1599. Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto “O Natal em Natal”, promovido pela prefeitura municipal. Ao todo, segundo a prefeitura, são mais de 40 eventos que contemplam dança, música, teatro, audiovisual, artesanato, gastronomia e outras manifestações culturais.
Na zona sul da capital, foi acessa, no dia 3 de dezembro,  a tradicional “árvore de Mirassol”, com 112 metros de altura, ornamentada com enfeites nos formatos de …

POPE FRANCIS GENERAL AUDIENCE 2016.06.08