Pular para o conteúdo principal

Amantes da literatura pesquisam coletivos de leitura em Pernambuco


Um dos organizadoras da pesquisa, o Clube de Leitura Floriterárias realizou seu 24º encontro em maio, no Sesc Santo Amaro, Região Centro do Recife.  (Osnaldo Moraes/DP)
Um dos organizadoras da pesquisa, o Clube de Leitura Floriterárias realizou seu 24º encontro em maio, no Sesc Santo Amaro, Região Centro do Recife.
Um animado grupo que se define como Liga de Leitoras e Leitores de Pernambuco inicia um processo que pode revelar uma realidade que seria considerada extemporânea em tempos de muita fixação em mídias digitais: a multiplicação de clubes e grupos literários. São coletivos de pessoas que não se contentam em apenas ler livros, mas querem conversar e debater sobre temas relativos aos livros e à literatura, colocando em xeque posicionamentos taxativos de quem se atreve a prever fim de publicações impressas. “Queremos mobilizar um encontrão de clubes de leitura”, diz Anita Presbitero, do Clube de Literatura Floriterárias, que realiza reuniões mensais.

Para tentar viabilizar o “encontrão”, a Liga criou um formulário virtual e pede que cada integrante de clube multiplique a divulgação para alcançar a maior quantidade possível de clubes e grupos cadastrados. “Não importa quantas pessoas participem ou o gênero de literatura, nem mesmo o tempo de existência, mas que sejam coletivos que existam em torno da literatura e que nos indiquem meios de contatos”, diz Anita Presbitero. “Queremos reunir grupos literários de Pernambuco, que realizam debates regularmente sobre os livros lidos, seja de forma presencial ou através das redes sociais”, explica.

formulário virtual já está disponível (basta clicar aqui) e o preenchimento pode ser realizado até o próximo dia 30. O preenchimento é simples e pode ser feito por celular, tablet, notebook  ou computador, indicando dados básicos como nome e data de criação do clube, número de integrantes, responsável(is) e seu(s) WhatsApp, indicação se os debates são presenciais ou virtuais (por WhatsApp, etc.) e quantos foram realizados, além de informar eventuais perfis em redes sociais (Facebook, Instagram, Skoob e Twitter), canal no YouTube, blog/site ou outros. Para julho está prevista uma reunião apenas com representantes de todos os clubes, para definição de detalhes para o Encontrão dos Clubes de Leitura PE.

Fonte: Diário de Pernambuco

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Participe da Coletânea "100 Poetas e 100 Sonetos"

O Instituto Horácio Dídimo de Arte, Cultura e Espiritualidade está selecionando 100 poetas para compor a Coletânea “100 Poetas e 100 Sonetos”. Os sonetos são de tema livre e devem ser metrificados em qualquer tamanho ou estilo, rimados ou não. 

Não haverá taxa de inscrição e nem obrigatoriedade de aquisição do livro pelos participantes, que em contrapartida cedem seus direitos autorais. 

A data e local do lançamento da coletânea serão definidos posteriormente. 

Para participar, envie o seu soneto para o email ihd@institutohoraciodidimo.org ou pelo formulário até 10/07/2019 com uma breve biografia.

Por https://institutohoraciodidimo.org/2019/06/11/coletanea-100-poetas-e-100-sonetos/

O Natal em Natal (RN), a capital potiguar fundada em 25 de dezembro de 1599

Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto 'O Natal em Natal'.
Considerada uma das maiores e mais bonitas do Brasil, a Árvore de Natal instalada no bairro de Mirassol encanta a natalenses e turistas. (Alex Regis/ Secom Natal)
Os moradores da capital do Rio Grande do Norte têm um motivo a mais para se alegrar e vivenciar esta época do ano. Afinal, eles celebram o “Natal em Natal”. Aliás, a capital potiguar recebeu este nome devido a data da sua fundação: 25 de dezembro de 1599. Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto “O Natal em Natal”, promovido pela prefeitura municipal. Ao todo, segundo a prefeitura, são mais de 40 eventos que contemplam dança, música, teatro, audiovisual, artesanato, gastronomia e outras manifestações culturais.
Na zona sul da capital, foi acessa, no dia 3 de dezembro,  a tradicional “árvore de Mirassol”, com 112 metros de altura, ornamentada com enfeites nos formatos de …

POPE FRANCIS GENERAL AUDIENCE 2016.06.08