Bijuteria reciclável une mulheres em comunidade de São Gonçalo do Amarante

Em São Gonçalo do Amarante, no litoral oeste do Ceará, um programa social vem mudando pra melhor a vida dos moradores da região. O Projeto Moradia Urbana com Tecnologia Social faz com que condôminos criem bijuterias recicláveis.
Quem vê os colares e brincos não imagina de que tipo de material são produzidos. Em cores variadas, o artesanato feito com partes de recipientes de plástico vem fazendo sucesso na vizinhança e em feiras na cidade.
Com 16 integrantes, o grupo se formou com o objetivo de trazer envolvimento comunitário aos moradores de conjuntos habitacionais voltados para população com renda familiar até R$ 1.800.
“Esse trabalho para nós é como se fosse uma terapia. As pessoas vão conhecendo as outras, sabendo e se ajudando”, destaca Jaciara Lima, que frequenta o grupo há um ano.
Recentemente, ao notarem que a cabaça – fruto de uma planta trepadeira – é uma matéria-prima abundante na vizinhança, criaram também artesanatos como porta-vassoura, porta-colher e porta-pano de prato. O acabamento é feito com pintura e biscuit.
Tribuna do Ceará

Comentários

Mais Visitadas

Há 50 anos, primeira mulher negra era eleita ao Congresso nos EUA

O Irmão Carlos de Foucauld

MASP completa 50 anos de histórias

Escreve Pe. Jocy - Dom Delgado

Memorial do Holocausto lembra 80 anos da Noite dos Cristais em SP