Pular para o conteúdo principal

Carta ao eleitor V

Gonzaga Mota*
A vida é um dom de Deus. Esta pequena frase expressa a importância do nosso amor para com Ele e também para com os nossos irmãos. Faça e, quando necessário, refaça a sua vida mediante o reconhecimento e arrependimento de erros cometidos. Precisamos alcançar, de forma correta, os valores espirituais e materiais, pois, para quem verdadeiramente os deseja, não há obstáculos intransponíveis. O importante é a caminhada com humildade e amor. As virtudes teologais (fé, esperança e caridade) e as cardeais (prudência, temperança, fortaleza e justiça) abrangem a orientação e o sentido da vida.
Dentro desta linha de raciocínio, gostaríamos de citar a segunda e a quarta estrofes do nosso soneto "Sentido da Vida": 2ª - A verdade está escondida; irmã gêmea da virtude; diminui o interesse na vida; aqueles sem atitude. 4ª - Quanta dor, quanta tristeza; não se busca o sentido da vida; mas a vida sem sentido. A falta de atitude que nos referimos, levando-nos a uma vida sem sentido, é decorrência do distanciamento de Deus.
Devemos abrir o nosso coração para que a luz divina penetre e nos torne pessoas solidárias e afastadas da violência em todos os seus aspectos (fome, corrupção, falta de saúde e educação, desemprego, agressões físicas, guerras, preconceitos, drogas, etc). A paz, interior e exterior, existe quando vivemos num mundo ou numa sociedade sem conflitos. Como disseram Einstein: "A paz é a única forma de nos sentirmos humanos" e Platão: "A paz do coração é o paraíso dos homens". Encerramos este sucinto texto salientando que seremos felizes e justos, desde que sigamos a vontade de Deus. Saudações.
*Professor aposentado da UFC

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Participe da Coletânea "100 Poetas e 100 Sonetos"

O Instituto Horácio Dídimo de Arte, Cultura e Espiritualidade está selecionando 100 poetas para compor a Coletânea “100 Poetas e 100 Sonetos”. Os sonetos são de tema livre e devem ser metrificados em qualquer tamanho ou estilo, rimados ou não. 

Não haverá taxa de inscrição e nem obrigatoriedade de aquisição do livro pelos participantes, que em contrapartida cedem seus direitos autorais. 

A data e local do lançamento da coletânea serão definidos posteriormente. 

Para participar, envie o seu soneto para o email ihd@institutohoraciodidimo.org ou pelo formulário até 10/07/2019 com uma breve biografia.

Por https://institutohoraciodidimo.org/2019/06/11/coletanea-100-poetas-e-100-sonetos/

O Natal em Natal (RN), a capital potiguar fundada em 25 de dezembro de 1599

Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto 'O Natal em Natal'.
Considerada uma das maiores e mais bonitas do Brasil, a Árvore de Natal instalada no bairro de Mirassol encanta a natalenses e turistas. (Alex Regis/ Secom Natal)
Os moradores da capital do Rio Grande do Norte têm um motivo a mais para se alegrar e vivenciar esta época do ano. Afinal, eles celebram o “Natal em Natal”. Aliás, a capital potiguar recebeu este nome devido a data da sua fundação: 25 de dezembro de 1599. Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto “O Natal em Natal”, promovido pela prefeitura municipal. Ao todo, segundo a prefeitura, são mais de 40 eventos que contemplam dança, música, teatro, audiovisual, artesanato, gastronomia e outras manifestações culturais.
Na zona sul da capital, foi acessa, no dia 3 de dezembro,  a tradicional “árvore de Mirassol”, com 112 metros de altura, ornamentada com enfeites nos formatos de …

POPE FRANCIS GENERAL AUDIENCE 2016.06.08