Pular para o conteúdo principal

Clássico “Vidas Secas” terá exibição gratuita no Cineteatro São Luiz

Cineteatro São Luiz Fortaleza exibe, no próximo dia 19, o clássico “Vidas Secas“, de Nelson Pereira dos Santos. A exibição celebra o Dia do Cinema Brasileiro e os 80 anos da publicação do livro homônimo de Graciliano Ramos, mestre da literatura brasileira. A entrada é gratuita.
Lançado em agosto de 1963, o longa conta a história de Fabiano (Átila Iório), Sinhá Vitória (Maria Ribeiro), seus dois filhos e a cachorra Baleia, que vagam sem destino e já quase sem esperanças pelos confins do interior. Eles vivem na região seca do Nordeste e lutam diariamente por trabalho e comida para sobreviver e superar as dificuldades.
Nelson Pereira dos Santos foi precursor do Cinema Novo e nome importantíssimo para o cinema latino-americano. Ele morreu no último dia 21 de abril, internado no Hospital Samaritano, em Botafogo, Zona Sul do Rio.
Diretor, roteirista, ator e professor, Nelson foi o primeiro diretor a entrar na Academia Brasileira de Letras (ABL),  onde ocupava a sétima cadeira desde 2006. Ele também dirigiu Rio 40 Graus(1955), Mandacaru Vermelho (1962) e Memórias do Cárcere(1984).
Serviço
Exibição do filme “Vidas Secas”
Terça-feira, dia 19, às 19 horas
Cineteatro São Luiz Fortaleza (Rua Major Facundo, 500 – Centro)
Gratuito
Blog O Povo

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Participe da Coletânea "100 Poetas e 100 Sonetos"

O Instituto Horácio Dídimo de Arte, Cultura e Espiritualidade está selecionando 100 poetas para compor a Coletânea “100 Poetas e 100 Sonetos”. Os sonetos são de tema livre e devem ser metrificados em qualquer tamanho ou estilo, rimados ou não. 

Não haverá taxa de inscrição e nem obrigatoriedade de aquisição do livro pelos participantes, que em contrapartida cedem seus direitos autorais. 

A data e local do lançamento da coletânea serão definidos posteriormente. 

Para participar, envie o seu soneto para o email ihd@institutohoraciodidimo.org ou pelo formulário até 10/07/2019 com uma breve biografia.

Por https://institutohoraciodidimo.org/2019/06/11/coletanea-100-poetas-e-100-sonetos/

O Natal em Natal (RN), a capital potiguar fundada em 25 de dezembro de 1599

Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto 'O Natal em Natal'.
Considerada uma das maiores e mais bonitas do Brasil, a Árvore de Natal instalada no bairro de Mirassol encanta a natalenses e turistas. (Alex Regis/ Secom Natal)
Os moradores da capital do Rio Grande do Norte têm um motivo a mais para se alegrar e vivenciar esta época do ano. Afinal, eles celebram o “Natal em Natal”. Aliás, a capital potiguar recebeu este nome devido a data da sua fundação: 25 de dezembro de 1599. Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto “O Natal em Natal”, promovido pela prefeitura municipal. Ao todo, segundo a prefeitura, são mais de 40 eventos que contemplam dança, música, teatro, audiovisual, artesanato, gastronomia e outras manifestações culturais.
Na zona sul da capital, foi acessa, no dia 3 de dezembro,  a tradicional “árvore de Mirassol”, com 112 metros de altura, ornamentada com enfeites nos formatos de …

POPE FRANCIS GENERAL AUDIENCE 2016.06.08