Pular para o conteúdo principal

Evento celebra os 20 anos do Prêmio Nobel de Literatura ao português José Saramago

Por G1 RN
 
O escritor português José Saramago, pelas lentes de Sebastião Salgado, em Lanzarote, Espanha (Foto: Sebastião Salgado/Divulgação)
O escritor português José Saramago, pelas lentes de Sebastião Salgado, em Lanzarote, Espanha (Foto: Sebastião Salgado/Divulgação)

Um evento na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) celebra os 20 anos do Prêmio Nobel de Literatura ao português José Saramago, que foi um dos grandes nomes da escrita contemporânea mundial. O 1º Colóquio de Estudos Saramaguianos acontece em Natal a partir desta quarta-feira (13), às 19h, e segue até a sexta (15). As inscrições são gratuitas.
O evento visa o debate em torno da obra e do pensamento de José Saramago através de mesas de discussão, mostra de filmes e palestras. Trata-se de um colóquio proposto em um território bastante fértil ao estudo da literatura saramaguiana, que é tema de diversos estudos acadêmicos brasileiros.
Autor, cronista, poeta, jornalista, romancista e intelectual público, José Saramago faleceu aos 87 anos em junho de 2010. Entre a suas principais obras literárias estão "Memorial do convento", "Ensaio sobre a cegueira" e "O evangelho segundo Jesus Cristo".
Ateu, cético e pessimista, Saramago sempre teve atuação política marcante e levantava a voz contra as injustiças, a religião constituída e os grandes poderes econômicos, que ele via como grandes doenças de seu tempo.
 
Detalhe da capa de 'O Evangelho segundo Jesus Cristo', importante obra de José Saramago. (Foto: Divulgação)
Detalhe da capa de 'O Evangelho segundo Jesus Cristo', importante obra de José Saramago. (Foto: Divulgação)

A conferência de abertura do colóquio será realizada pela pesquisadora Teresa Cristina Cerdeira, da Universidade Federal do Rio de Janeiro e Universidade Toulose II. Ela foi uma das primeiras a publicar um estudo sobre a obra do autor, o livro "José Saramago entre a história e a ficção", em 1989, quando ainda não se ventilava a possibilidade do escritor de receber o Nobel.
As inscrições para o evento devem ser feitas através de envio de nome completo e número de CPF do interessado para o e-mail coloquiosaramaguianos@gmail.com. Exceto a conferência de abertura, que acontece no auditório B do Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes (CCHLA), as atividades do colóquio acontecem no auditório do Departamento de Comunicação Social (Decom).

Programação

Quarta-feira (13)

  • 19h - Conferência de abertura com a Professora Doutora Teresa Cristina Cerdeira (UFRJ)

Quinta-feira (14)

  • 09h30 - Mesa 1 - Professora Doutora Conceição Flores (UnP) As portas de abertura de O evangelho segundo José Saramago
  • Professor Doutor Reginaldo José dos Santos Júnior (UFERSA) A teologia do ateu: a humanização do divino e a divinização do humano no Evangelho segundo Jesus Cristode José Saramago.
  • 10h30 - Mesa 2 - Professora Doutora Maria Aparecida da Costa (UERN) A singularidade amorosa em Saramago: da ilha desconhecida à ilha do amor
  • Professora Doutora Jurema Oliveira (UFES / CAPES – PNPD – PPgEL) Marcas ancestrais na ficção de Saramago
  • 13h30 - Mesa 3 - Professor Doutor Pedro Fernandes de Oliveira Neto (UFERSA) José Saramago. Rever para reelaborar
  • Professora Doutora Maria do Socorro Furtado Veloso (UFRN) Saramago e o jornalismo: diálogos críticos
  • 16h30 - Exibição do documentário José e Pilar (128 min. Direção: Miguel Gonçalves Mendes. JumpCut, 2010)

Sexta-feira (15)

  • 10h - Mesa 4 - Professor Doutor Derivaldo dos Santos (UFRN) Do lembrar e do esquecer: a escrita antitética de As pequenas memórias de Saramago
  • Professora Doutora Denise Noronha Lima (UECE) O espaço da memória em José Saramago: literatura e autobiografia
  • 13h - Exibição do filme Blindness (120 min. Direção: Fernando Meirelles. 20th Century Fox Brasil / Miramax Films, 2008)
  • 15h - Mesa 5 - Professor Doutor Mauro Dunder (UFRN) A construção da figura feminina em As intermitências da morte
  • Professora Doutora Marta Aparecida Garcia Gonçalves (UFRN) José Saramago: inconformidade, impertinência e consciência literária
  • 16h - Mesa 6 Professora Doutora Cícera Antoniele Cajazeiras da Silva (UFERSA) Ensaios sobre a cegueira: de Saramago a Meireles
  • Professora Doutora Maria Angela Pavan (UFRN) A imersão do cineasta no espaço-tempo dos personagens em José e Pilar

Serviço

1º Colóquio de Estudos Saramaguianos
  • Data: 13 a 15/06/2018
  • Local: Auditório do Departamento de Comunicação Social da UFRN (Decom) - Natal
  • Informações: (84) 3342 2245, (84) 3317 3155 e site do evento
  • Inscrições gratuitas
 
Autor José Saramago, em novembro de 2009 (Foto: AFP)
Autor José Saramago, em novembro de 2009 (Foto: AFP)


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O Natal em Natal (RN), a capital potiguar fundada em 25 de dezembro de 1599

Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto 'O Natal em Natal'.
Considerada uma das maiores e mais bonitas do Brasil, a Árvore de Natal instalada no bairro de Mirassol encanta a natalenses e turistas. (Alex Regis/ Secom Natal)
Os moradores da capital do Rio Grande do Norte têm um motivo a mais para se alegrar e vivenciar esta época do ano. Afinal, eles celebram o “Natal em Natal”. Aliás, a capital potiguar recebeu este nome devido a data da sua fundação: 25 de dezembro de 1599. Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto “O Natal em Natal”, promovido pela prefeitura municipal. Ao todo, segundo a prefeitura, são mais de 40 eventos que contemplam dança, música, teatro, audiovisual, artesanato, gastronomia e outras manifestações culturais.
Na zona sul da capital, foi acessa, no dia 3 de dezembro,  a tradicional “árvore de Mirassol”, com 112 metros de altura, ornamentada com enfeites nos formatos de …

POPE FRANCIS GENERAL AUDIENCE 2016.06.08

Campus Party 2018 vendeu 30% a mais de ingressos que edição anterior

A feira de tecnologia Campus Party Brasília 2018 foi encerrada hoje (1°), após ter reunido milhares de pessoas em torno de palestras, oficinas e atividades com temas como o uso da tecnologia da computação, robótica, empreendedorismo e startups. Essa é a segunda edição do evento em Brasília, que começou no dia 27 de junho, no Estádio Nacional Mané Garrincha. Antes prevista para acontecer de 30 de maio a 3 de junho, a feira foi adiada para esta semana por causa da greve dos caminhoneiros. De acordo com o diretor da Campus Party Brasil, Tônico Novaes, o evento contabilizou um volume de vendas de ingressos pelo menos 30% maior que a primeira edição da Campus Party em Brasília, realizada no ano passado.  Para Tônico Novaes, a edição no Distrito Federal se destacou pela elevada participação e envolvimento dos que estão no evento.  “Os campuseiros daqui são realmente engajados no conteúdo. Andando por aqui você vai ver todos os workshops e bancadas cheias e a estrutura está bem maior que a …