Pular para o conteúdo principal

28ª edição do Cine Ceará terá mostra de curtas feitos com aparelho celular

Image-0-Artigo-2424467-1
Plateia na última edição do Cine Ceará, em 2017: exibição de curtas em mostras paralelas já é tradicional no festival ( Foto: ROGERIO RESENDE )
Um celular nas mãos, criatividade e ação. Com estas "ferramentas" qualquer pessoa pode produzir um curta-metragem e ter a possibilidade de ver seu filme exibido em um dos maiores festivais de cinema do Brasil. Quem oferece a oportunidade é o 28º Cine Ceará - Festival Ibero-americano de Cinema e a Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos - Cogerh, do Governo do Estado do Ceará, que abriram no dia 18 de junho as inscrições para a mostra "Cada Gota Conta". Elas seguem abertas até 18 de julho.
Em sua primeira edição, a mostra é totalmente voltada para filmes captados em aparelhos celulares. Há somente uma categoria que abrange todos os gêneros, podendo ser ficção, documentário, reportagem ou animação. A mostra é pública, aberta a realizadores cearense ou residentes no Ceará há mais de dois anos, que podem inscrever trabalhos individualmente ou em equipe.
Os curtas devem seguir o tema "Preservação dos recursos hídricos: cada gota conta" e ter de 1 a 3 minutos de duração, contando com os créditos. As obras devem ser inéditas, ou seja, não podem ter sido exibidas anteriormente em nenhuma plataforma e a classificação etária deve ser livre. O regulamento e a ficha de inscrição estão disponíveis no cineceara.Com.
A curadoria da mostra selecionará cinco trabalhos, que serão exibidos do segundo ao penúltimo dia do 28º Cine Ceará, de 4 a 10 de agosto. O melhor curta-metragem eleito pelo júri será reexibido na Cerimônia de Encerramento do festival e receberá um prêmio no valor de R$ 3 mil. A comissão julgadora será formada por estudantes de cursos de cinema de Fortaleza.
Diário do Nordeste

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O Natal em Natal (RN), a capital potiguar fundada em 25 de dezembro de 1599

Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto 'O Natal em Natal'.
Considerada uma das maiores e mais bonitas do Brasil, a Árvore de Natal instalada no bairro de Mirassol encanta a natalenses e turistas. (Alex Regis/ Secom Natal)
Os moradores da capital do Rio Grande do Norte têm um motivo a mais para se alegrar e vivenciar esta época do ano. Afinal, eles celebram o “Natal em Natal”. Aliás, a capital potiguar recebeu este nome devido a data da sua fundação: 25 de dezembro de 1599. Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto “O Natal em Natal”, promovido pela prefeitura municipal. Ao todo, segundo a prefeitura, são mais de 40 eventos que contemplam dança, música, teatro, audiovisual, artesanato, gastronomia e outras manifestações culturais.
Na zona sul da capital, foi acessa, no dia 3 de dezembro,  a tradicional “árvore de Mirassol”, com 112 metros de altura, ornamentada com enfeites nos formatos de …

POPE FRANCIS GENERAL AUDIENCE 2016.06.08

Participe da Coletânea "100 Poetas e 100 Sonetos"

O Instituto Horácio Dídimo de Arte, Cultura e Espiritualidade está selecionando 100 poetas para compor a Coletânea “100 Poetas e 100 Sonetos”. Os sonetos são de tema livre e devem ser metrificados em qualquer tamanho ou estilo, rimados ou não. 

Não haverá taxa de inscrição e nem obrigatoriedade de aquisição do livro pelos participantes, que em contrapartida cedem seus direitos autorais. 

A data e local do lançamento da coletânea serão definidos posteriormente. 

Para participar, envie o seu soneto para o email ihd@institutohoraciodidimo.org ou pelo formulário até 10/07/2019 com uma breve biografia.

Por https://institutohoraciodidimo.org/2019/06/11/coletanea-100-poetas-e-100-sonetos/