Alunos de Teatro da UFC encenam espetáculo na Praça dos Leões

MONTAGEM dos alunos de Teatro da UFC tem como palco a Praça General Tibúrcio (dos Leões) FOTO IAGO BARRETO SOARES/ DIVULGAÇÃO
MONTAGEM dos alunos de Teatro da UFC tem como palco a Praça General Tibúrcio (dos Leões) FOTO IAGO BARRETO SOARES/ DIVULGAÇÃO
Nona montagem do curso de Licenciatura em Teatro da Universidade Federal do Ceará (UFC), o espetáculo Roga-se às famílias trazerem as cadeiras realiza últimas apresentações neste final de semana, na Praça General Tibúrcio (Leões).
Foram as formas de habitar e viver a “Fortaleza de mil caras”, como descreve a professora e orientadora do espetáculo Tharyn Stazak, o que instigou o início do processo. “Mas como uma cidade é constituída de mundos diversos e distintos, jamais conseguiríamos abarcar tudo numa visada”, explica Stazak. Diferente de turmas anteriores, o grupo escolheu três textos como ponto de partida - As Cidades Invisíveis, de Ítalo Calvino, Sonhos de Einstein, de Allan Ligthman, e A Hora Em Que Não Sabíamos Nada Uns dos Outros, de Peter Handke.
A leitura deste último revelou a praça como espaço vivo e a ocupação e observação nesses locais passou a ser passo fundamental - acontecendo nas praças João Gentil (da Gentilândia), do Otávio Bonfim e do Ferreira -, culminando na escolha na Praça dos Leões como palco da obra cênica, tanto pelas diversas maneiras pelas quais ela é habitada como pela arquitetura e topografia que a circundam.
A ocupação de espaços da cidade juntou-se a um processo não hierárquico, mas sim colaborativo - autor, diretor e atores, passando, então, por uma criação que passou pelas experiências individuais e pela reelaboração dessas. A partir delas, os alunos construíram propostas de ações performativas, “o que nos levou a apostar nessa perspectiva e a criar programas de ações que se cruzam na praça. Queríamos instaurar um acontecimento, um encontro mesmo com o público no qual ele pudesse ler/ver ao mesmo tempo em que fizesse parte da composição. Assim, juntos, criaríamos uma outra possibilidade para aquela praça”, resume Tharyn Stazak.
Roga-se às famílias trazerem as cadeiras
Quando: hoje, 5, sexta, 6, e sábado, às 19 horas
Onde: Praça dos Leões (cruzamento das ruas São Paulo e Sena Madureira - Centro)
Gratuito
O Povo

Comentários

Mais Visitadas

Físico brasileiro recebe Prêmio Templeton de 2019

Câmara homenageia mulheres que se destacaram na luta por direitos

José, servo bom e fiel

Inep cria comissão para decidir itens que farão parte do Enem 2019

Primeira edição da Semana de Arte Unifor abraça diversidade de linguagens e expressões