Pular para o conteúdo principal

FORA DE CONTEXTO



Grecianny Carvalho Cordeiro*

A corrida para a eleição presidencial começou, pelo menos, extraoficialmente, posto que o calendário eleitoral ainda se fará cumprir.
Embora ainda confuso e nebuloso os nomes dos candidatos à presidência da República, já podemos deduzir o que virá pela frente.
Depois de tantos percalços e desencantos, o povo brasileiro sonha com um candidato capaz de restaurar a confiança no poder político, de fortalecer as instituições, de continuar a batalha contra a corrupção, de recuperar a economia...
Pelo jeito, continuaremos na fantasia, porque o mundo real vem se mostrando bem diferente.
Pelo que temos visto, a preocupação dos políticos em geral e dos candidatos à presidente da República, é muito simples, e difere bastante das aspirações do povo brasileiro.
Para eles, o Brasil da Lava Jato é pernicioso, pois lhes retirou os amplos poderes para exercer uma política de toma-lá-dá-cá, capaz de perpetuar um esquema de corrupção que visa somente a atender os interesses pessoais e de alguns grupos.
Para eles, o Brasil que se quer passar a limpo não pode continuar, sob pena de destruir por completo o poderio da classe política, que precisa permanecer intocada e acima da lei.
Para eles, o Brasil precisa retomar os trilhos e voltar à normalidade.

O Poder Judiciário deve manter-se silente, dizendo amém àqueles que os indicaram para os postos mais altos de seus Tribunais, recusando-se a tomar decisões capazes de desagradar os gestores públicos e os altos figurões.
O Ministério Público deve manter-se preocupado apenas com os crimes usuais, sendo-lhe vedado cuidar dos crimes de corrupção, pois estes devem ter ampla liberdade para o seu cometimento e garantia total de impunidade, como sempre foi.
A imagem pode conter: 1 pessoa, texto
A Polícia Federal deve manter-se focada na investigação de crimes de tráfico internacional de drogas, serviço de imigração, bem longe de crimes de corrupção e de lavagem de dinheiro.
PoderJudiciário, Ministério Público e Polícia Federal devem ficar quietos, passivos e permissivos, em seus pequenos universos.
E quanto à imprensa? Que fique bem caladinha.
Senhores aspirantes ao cargo de presidente da República, lembrem-se que o Brasil que vocês pretendem governar não é o Brasil do passado, mas o Brasil do futuro.
O povo brasileiro não quer mais suas instituições guardadas em uma caixinha insignificante, acuadas e com medo de agir, mas sim, trabalhando ativamente para o país e não para os grupos no poder.
Portanto, não fiquem fora de contexto.
*Promotora de Justiça

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Corpo do Jornalista Carlos Heitor Cony deve ser cremado na terça-feira

Vinícius Lisboa - Repórter da Agência Brasil* O corpo do jornalista Carlos Heitor Cony deve ser cremado na próxima terça-feira (9), no Memorial do Carmo, segundo a Academia Brasileira de Letras (ABL), respeitando o desejo do imortal. Cony morreu ontem (6), aos 91 anos, vítima de falência múltipla dos órgãos após dez dias de internação. Segundo a ABL, como a morte ocorreu em um fim de semana, procedimentos jurídicos e administrativos terão que ser resolvidos nesta segunda-feira (8). Após a cremação, suas cinzas devem ser lançadas em um local que remete a sua infância. Também a pedido do jornalista, seu corpo não foi velado na sede da academia. A amiga e também jornalista Rosa Canha disse que Cony desejava uma cerimônia íntima. "Ele não queria velório, não queria missas nem nenhum tipo de homenagens. Ele pediu muito que fosse uma cerimônia apenas para a família".  Saiba MaisTemer lamenta morte do jornalista Carlos Heitor Cony Carlos Heitor Cony nasceu no Rio em 14 de março de 1926.…

Participe da Coletânea "100 Poetas e 100 Sonetos"

O Instituto Horácio Dídimo de Arte, Cultura e Espiritualidade está selecionando 100 poetas para compor a Coletânea “100 Poetas e 100 Sonetos”. Os sonetos são de tema livre e devem ser metrificados em qualquer tamanho ou estilo, rimados ou não. 

Não haverá taxa de inscrição e nem obrigatoriedade de aquisição do livro pelos participantes, que em contrapartida cedem seus direitos autorais. 

A data e local do lançamento da coletânea serão definidos posteriormente. 

Para participar, envie o seu soneto para o email ihd@institutohoraciodidimo.org ou pelo formulário até 10/07/2019 com uma breve biografia.

Por https://institutohoraciodidimo.org/2019/06/11/coletanea-100-poetas-e-100-sonetos/

O Natal em Natal (RN), a capital potiguar fundada em 25 de dezembro de 1599

Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto 'O Natal em Natal'.
Considerada uma das maiores e mais bonitas do Brasil, a Árvore de Natal instalada no bairro de Mirassol encanta a natalenses e turistas. (Alex Regis/ Secom Natal)
Os moradores da capital do Rio Grande do Norte têm um motivo a mais para se alegrar e vivenciar esta época do ano. Afinal, eles celebram o “Natal em Natal”. Aliás, a capital potiguar recebeu este nome devido a data da sua fundação: 25 de dezembro de 1599. Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto “O Natal em Natal”, promovido pela prefeitura municipal. Ao todo, segundo a prefeitura, são mais de 40 eventos que contemplam dança, música, teatro, audiovisual, artesanato, gastronomia e outras manifestações culturais.
Na zona sul da capital, foi acessa, no dia 3 de dezembro,  a tradicional “árvore de Mirassol”, com 112 metros de altura, ornamentada com enfeites nos formatos de …