Modelo causa polêmica nos EUA por desfilar amamentando bebê

A polêmica sobre a amamentação em público volta à tona periodicamente nos Estados Unidos, onde muitos consideram que amamentar em público é uma prática indecente.

Mara Martín desfila com trajes de banho da Sports Illustrated durante a Miami Swim Week, no W Hotel South Beach, em Miami.
Mara Martín desfila com trajes de banho da Sports Illustrated durante a Miami Swim Week, no W Hotel South Beach, em Miami. (GETTY IMAGES NORTH AMERICA/AFP)

Uma modelo americana gerou polêmica esta semana ao desfilar em uma passarela de Miami enquanto amamentava o seu bebê de cinco meses, em um país onde muitos consideram que amamentar em público é uma prática indecente.
Mara Martín, de 32 anos, caminhou na passarela com trajes de banho da revista Sports Illustrated no domingo à noite, com um biquíni dourado e sua filha Erica em seus braços.
Na segunda-feira, a modelo agradeceu no Instagram a resposta positiva nas redes sociais, mas questionou o fato de amamentar em público ser um tema polêmico: "Não consigo acreditar que haja tantas notícias sobre mim e minha filha por fazer algo que faço todos os dias".
"Estou grata de poder compartilhar essa mensagem e espero ajudar a normalizar a lactância materna, e mostrar aos demais que as mulheres podem tudo", acrescentou.
A bebê usava um pano verde e estava com fones de ouvido que a isolaram da música ambiente e das ovações do público.
Mas entre a avalanche de elogios no Twitter, havia alguns comentários que qualificavam a cena de "desagradável" e "repugnante". Um usuário escreveu: "A masturbação também é natural, deveríamos vê-la na passarela?".
A polêmica sobre a amamentação em público volta à tona periodicamente nos Estados Unidos.
Em 2014, um grupo de mães amamentou seus bebês em frente a uma loja Anthropologie em Beverly Hills, na Califórnia, para protestar pelo fato de uma mulher ter sido mandada ao banheiro para amamentar. Depois a loja se desculpou pelo incidente.
Dois anos antes, a revista Time havia causado polêmica ao publicar na capa a foto de uma mulher amamentando seu filho de três anos.
A Organização Mundial da Saúde recomenda a lactância materna exclusiva até os seis meses e sua manutenção até os dois anos ou mais.

AFP

Comentários

Mais Visitadas

Há 50 anos, primeira mulher negra era eleita ao Congresso nos EUA

O Irmão Carlos de Foucauld

MASP completa 50 anos de histórias

Escreve Pe. Jocy - Dom Delgado

Cearense Mailson Furtado ganha o Prêmio Jabuti de livro do Ano