1º Festival de Literatura do Sertão do São Francisco começa nesta quarta-feira (29), em Petrolina

Por G1 Petrolina
 
Jessier Quirino se apresenta na abertura da FliSertão (Foto: Diego MarcelDivulgação)
Jessier Quirino se apresenta na abertura da FliSertão (Foto: Diego MarcelDivulgação)

Começa nesta quarta-feira (29) em Petrolina, no Sertão de Pernambuco, a primeira edição do Festival de Literatura do Sertão do São Francisco (FliSertão). De acordo com a prefeitura, a abertura oficial do evento será às 18h, no Centro de Convenções, com a entrega da medalha Antônio Padilha aos vencedores do concurso literário. O escritor petrolinense, que através dos livros narrou parte da história do município, é o grande homenageado do Festival. Após a entrega da medalha Antônio Padilha, será realizado show com o poeta Jessier Quirino.
Antes da abertura oficial, na manhã desta quarta-feira, o público pode acompanhar as atividades que serão realizadas no Polo Centro de Convenções, entre elas, lançamentos de livros. A programação começa às 9h, com o Grupo de Contação Ser-tão Literário.
Na quinta-feira (30), terá palestra poética de Chico Pedrosa e show de Maciel Melo. Outra atração da noite é o educador e psicólogo Marcus Jullierme, que vai apresentar a palestra “O mundo do Pequeno Príncipe com um olhar para o novo”, abordando assuntos referentes à coleção de livros de sua autoria adquiridos pelo município para serem trabalhados em 2019.
A especialista em educação sexual, Laura Müller, estará no FliSertão na sexta-feira (31), às 19h. Segundo a programação, nos dias 30 e 31, paralelamente à feira, acontecerá o Polo Parque, com atividades de recreação, esportivas e culturais para as crianças e adolescentes.
No sábado (1) e domingo (2), será realizada a Oficina de Escrita Criativa com o jornalista e escritor Raimundo Carrero, assim como o lançamento do seu último livro “Tetralogia”. Na noite do dia 1° acontecerá o show musical de Santanna.
Às 10h, no domingo, haverá um bate-papo com o professor de biologia Fernando Beltrão. O professor vai autografar o livro “Eu, um vencedor”, que reúne 99 textos da cultura popular, interpretados, comentados e adaptados para a realidade dos estudantes, vestibulandos e concurseiros.
Toda programação do Festival é gratuita. Segundo a prefeitura, a expectativa é que, durante os cinco dias, cerca de 100 mil pessoas visitem os polos Centro de Convenções e Josepha Coelho. A programação completa está no site da FliSertão.

Comentários

Mais Visitadas

Há 50 anos, primeira mulher negra era eleita ao Congresso nos EUA

O Irmão Carlos de Foucauld

MASP completa 50 anos de histórias

Escreve Pe. Jocy - Dom Delgado

Memorial do Holocausto lembra 80 anos da Noite dos Cristais em SP