ACL reúne entidades do Estado para evento no TJA


Ubiratan Aguiar
O presidente da ACL, o ministro Ubiratan Aguiar, no Palácio da Luz ( FOTO: FABIANE DE PAULA )
A academia de letras mais antiga do País, fundada antes mesmo da própria Academia Brasileira de Letras, está às vésperas de completar seus 150 anos (a efeméride será comemorada em 2019). Instituição ativa na vida cultural do Estado, Academia Cearense de Letras (ACL) já demonstrou sua vocação de congregar entidades da área. Muitas dessas realizam seus encontros na sede da ACL, o Palácio da Luz.
É neste espírito que a ACL organizou um evento que seu presidente, o ministro Ubiratan Aguiar, definiu como "um gripo pela cultura". Chamado "Cultura em Alerta", o encontro acontecerá no dia 8, às 19h, no Theatro José de Alencar. Na ocasião estarão presentes um colegiado formado por mais de 40 entidades encabeçadas pela academia. Em sua progamação, o evento contará com apresentações de teatro, dança e música.
"Este evento surgiu das próprias entidades que notaram que poderíamos romper com uma letargia que toma conta da sociedade no que diz respeito à cultura. Chegamos à conclusão de que temos que alcançar este segmento, pois muitos grupos esperam essa ação nossa", ressalta Ubiratan Aguiar, presidente da ACL.
No evento, além das apresentações culturais, serão discutidas ideias acerca das possibilidades de apoio para a área. "Queremos com esse evento começar um trabalho e também propor ao poder público ações de campo", explica Ubiratan. "Buscamos também uma conscientização da própria sociedade, que ela se movimente, procure ser parceira dessas instituições", acrescenta Lúcio Alcântara, atual presidente do Instituto do Ceará.
"É preciso fazer mais investimento na cultura social, educacional e um maior incentivo à produção cultural", avalia Eduardo Oliveira, presidente da Academia Cearense das Artes e membro da Academia Cearense de Direito. "Sentimos a necessidade de nos unirmos para tratar dos problemas na área de cultura, nas letras, e nas diversas manifestações culturais. É um processo de simbiose e chegamos a conclusão de que precisávamos falar, gritar para a sociedade o que está acontecendo na área da cultura", conclui Ubiratan.
Debates
Para o encontro "Cultura em Alerta" foi produzido um texto, que sintetiza os ideias defendidos. O texto, divulgado pela ACL, destaca a vocação da cultura cearense para o pioneirismo. "Considerando que a nossa cultura sempre defendeu os interesses da sociedade, ao propiciar, pelo caminho do aprendizado, o aprimoramento da cidadania e o atingimento dos mais acalentados sonhos, vem, nesse momento de grande dificuldade Institucional, lançar o seu brado de alerta sobre as sombras que pairam sobre o futuro da nação", diz o texto.
"Sem uma cultura atuante, nas raízes da violência, do desemprego, das drogas, da corrupção, da falta de ética, de ideais e de perspectivas para os nossos jovens, nunca irá surgir o Brasil próspero que sonhamos", diz outra parte do documento.
E conclama o texto, em seu desfecho: "Invistam mais e melhor na cultura e criem mecanismos para fazer com que o dinheiro não seja desperdiçado pelo caminho e chegue ao final do processo. O amanhã desta nação maravilhosa agradece!".
No Palácio da Luz
O evento do dia 8 também busca agregar mais instituições dedicadas às artes, para esses grupos se aproximem da ACL e possam aproveitar do que a entidade tem a oferecer. Atualmente, a ACL, sob o comando de Ubiratan Aguiar, abraça 40 instituições (academias, associações, grupos, institutos, sociedades, e etc) que usam o espaço para sua reuniões e eventos.
Além de um memorial, o equipamento possui uma vasta biblioteca, esta acessível ao público. Em suas estantes, obras raras e títulos fundamentais para se conhecer os mais diversos aspectos da cultura e da sociedade cearense.
O primeiro andar do Palácio da Luz (com saída para a rua Sena Madureira, no Centro de Fortaleza) está em reforma para a ampliação do memorial da história cearense. O financiamento vem dos pedidos feitos por Ubiratan a empresas privadas.
Mais informações:
"Cultura em Alerta" - Nesta quarta-feira (8), às 19 horas, no Theatro José de Alencar (Rua Liberato Barroso, 525 - Centro). 
Evento gratuito, aberto ao público. 
Contato: (85) 3226.0326

Diário do Nordeste

Comentários

Mais Visitadas

MEU PROFESSOR: MEU SUPER-HERÓI

Morre, aos 92 anos, a escritora Zibia Gasparetto

Dentro da rotina das redes sociais, mulheres dividem as dificuldades e os pontos positivos de expor a maternidade

A Palavra Não