Trinta Anos de Ordenação Sacerdotal do Pe. Geovane Saraiva

Ricardo Jardel Silveira*
Francisco Geovane ou, em uma tradução livre, Francisco Jovem, é filho de agricultores humildes da comunidade de Mazagão II da cidade de Capistrano-CE. Daquele casal de agricultores que vivenciou o drama da infertilidade por quatorze anos, brotaram cinco filhos, sendo que o terceiro destes viria a ser Apóstolo do Cristo. Desde cedo, aprendeu a devoção a São Francisco de Assis com o próprio Pai, que durante várias décadas peregrinava, a cada setembro, à cidade de São Francisco de Canindé, distante quarenta e sete quilômetros de Mazagão, para visitar a basílica e assistir à Missa. Seguindo os passos da Fé no Cristo, que transbordava em seu próprio lar, aos dezessete anos, o Francisco Jovem, sem olhar para trás, troca o arado do campo pelo arado do Senhor, embarca enfim em seu sonho de adolescente, de se tornar Pescador de Homens.

A imagem pode conter: casa, céu e atividades ao ar livre
Casa de Formação Santo Afonso - beleza de Arquitetura
Durante aproximadamente dez anos, realiza seus estudos de Filosofia e de Teologia nas cidades de Salvador, Brasília e Viamão, e então retorna a Capistrano, para ser ordenado Sacerdote, pelas mãos do Cardeal Aloísio Lorscheider, a quem anos depois, após a partida do Cardeal para a Jerusalém Celeste, homenagearia, escrevendo um livro sobre o Cardeal Franciscano intitulado “A Ternura de um Pastor”. Além deste livro, O Francisco Jovem escreveu mais outros dez livros, todos dedicados àqueles em que pauta sua espiritualidade, a saber, Papa Francisco e o Servo de Deus Dom Hélder Câmara.

Em gestos e palavras, o Francisco Jovem não deixa suas ovelhas esquecerem que o Cristo pode ser encontrado, visto e amado nos rostos dos empobrecidos, citando o próprio amigo Geovane: “se há fome na face da terra, é evidente que não é por insuficiência de alimentos; o que falta é o dom da partilha, da generosidade e da solidariedade” (cf. Fascinante Cena do Evangelho).

Neste dia quatorze de agosto de 2018, comemora-se trinta anos da ordenação sacerdotal do Pe. Geovane Saraiva. Metade desses anos de sacerdócio, foram inteiramente dedicados à comunidade da Parquelândia, como Pároco da Igreja Santo Afonso Maria de Ligório, aonde está sempre presente, servindo-nos diariamente com muito amor, a Santa Eucaristia. Sempre respeitando o tempo e recursos da comunidade, sem jamais nos pressionar, Pe. Geovane foi pedra angular na liderança para edificação de nossa arquitetônica Casa de Formação Santo Afonso, que é ferramenta fundamental para vários projetos, merecendo destaque sem dúvidas, o Projeto Dom Hélder Câmara, Arte e Missão, concebido pelo Pe. Geovane Saraiva e pela Coordenadora do Projeto, Auristela Leite. Inúmeros cursos de arte e mesmo de formação tecnológica são oferecidos através deste projeto.

*Professor da UFC, Pesquisador e da Pascom de Santo Afonso

Comentários

Mais Visitadas

Papa Francisco sobre os direitos humanos: todos têm o direito de ser felizes

O STF é uma vergonha

Dom Aloísio em nossos corações

Além das aparências