Pular para o conteúdo principal

Veja os filmes candidatos à indicação do Brasil para o Oscar 2019

Categoria de filme estrangeiro tem sido uma caixinha inesgotável de surpresas e o Brasil criou uma lista que mistura documentários e ficções.


Benzinho, dirigido por Gustavo Pizzi, é um dos candidatos.

Benzinho, dirigido por Gustavo Pizzi, é um dos candidatos. (Bianca Aun/Divulgação)
Recomeça a novela da corrida para o Oscar, agora a edição 2019. A Secretaria do Audiovisual, do Ministério da Cultura divulgou a lista dos filmes habilitados para concorrer à indicação para o Oscar pelo País.

A lista mistura documentários e ficções. Na categoria de melhor filme estrangeiro, a Academia privilegia a segunda categoria. Os filmes selecionados projetam uma visão bastante diversidade do Brasil (e seus problemas ou personagens). Talvez não seja mera coincidência que, nesta fase de empoderamento feminino, os melhores sejam filmes dirigidos, ou codirigidos, por mulheres - Aos Teus Olhos, Paraíso Perdido, Benzinho (coescrito pela atriz Karine Teles), As Boas Maneiras, Alguma Coisa Assim, O Animal Cordial, Como É Cruel Viver Assim.

A velha questão - são filmes com cara de Oscar, seja lá o que isso representa. A categoria de filme estrangeiro tem sido uma caixinha inesgotável de surpresas. Destacam-se dois filmes de gênero (As Boas Maneiras e O Animal Cordial) e Benzinho, que hoje levaria o voto do repórter. The best.

Mas o melhor dos melhores, o melhor filme brasileiro do ano, não está entre os habilitados a pleitear a indicação do Brasil. É Arábia, de Affonso Uchoa e João Dumans, com seu olhar para a casa trabalhadora. Arábia pode ser um filme miúra, pequeno, mas a imprensa especializada dos EUA colocou-o nas nuvens. No quadro de cotações de Film Comment, Arábia está mais estrelado que o céu brasileiro.

Ao todo foram selecionados 22 produções, sendo 18 ficções e 4 documentários e o anúncio do escolhido pela Comissão Especial de Seleção será feito no dia 11 de setembro.

A festa do Oscar está marcada para o dia 24 de fevereiro, em Los Angeles, e o Caderno 2 estará lá novamente para fazer a cobertura do evento.

Confira a lista completa dos filmes selecionados:

Além do Homem
Direção: Willy Biondani.

Alguma Coisa Assim
Direção: Mariana Bastos e Esmir Filho

O Animal Cordial
Direção: Gabriela Amaral Almeida

Antes Que Eu Me esqueça
Direção: Tiago Arakilian

As Boas Maneiras
Direção: Julia Rojas e Marco Dutra

Aos Teus Olhos
Direção: Carolina Jabor

Benzinho
Direção: Gustavo Pizzi

Canastra Suja
Direção: Caio Sóh

O Caso do Homem Errado
Direção: Camila de Moraes

Como é Cruel Viver Assim
Direção: Julia Rezende

Dedo na Ferida
Direção: Silvio Tendler

O Desmonte do Monte
Direção: Sinai Sganzerla

Encantados
Direção: Tizuka Yamazaki

Entre Irmãs
Direção: Breno Silveira

Ferrugem
Direção: Aly Muritiba

O Grande Circo Místico
Direção: Cacá Diegues

Ex-Pajé
Direção: Luiz Bolognesi

Não Devore Meu Coração
Direção: Felipe Bragança

Paraíso Perdido
Direção: Monique Gardenberg

Talvez Uma História de Amor
Direção: Rodrigo Spada Bernardo

Unicórnio
Direção: Eduardo Nunes

Yonlu
Direção: Hique Montanari
Agência Estado

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Participe da Coletânea "100 Poetas e 100 Sonetos"

O Instituto Horácio Dídimo de Arte, Cultura e Espiritualidade está selecionando 100 poetas para compor a Coletânea “100 Poetas e 100 Sonetos”. Os sonetos são de tema livre e devem ser metrificados em qualquer tamanho ou estilo, rimados ou não. 

Não haverá taxa de inscrição e nem obrigatoriedade de aquisição do livro pelos participantes, que em contrapartida cedem seus direitos autorais. 

A data e local do lançamento da coletânea serão definidos posteriormente. 

Para participar, envie o seu soneto para o email ihd@institutohoraciodidimo.org ou pelo formulário até 10/07/2019 com uma breve biografia.

Por https://institutohoraciodidimo.org/2019/06/11/coletanea-100-poetas-e-100-sonetos/

O Natal em Natal (RN), a capital potiguar fundada em 25 de dezembro de 1599

Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto 'O Natal em Natal'.
Considerada uma das maiores e mais bonitas do Brasil, a Árvore de Natal instalada no bairro de Mirassol encanta a natalenses e turistas. (Alex Regis/ Secom Natal)
Os moradores da capital do Rio Grande do Norte têm um motivo a mais para se alegrar e vivenciar esta época do ano. Afinal, eles celebram o “Natal em Natal”. Aliás, a capital potiguar recebeu este nome devido a data da sua fundação: 25 de dezembro de 1599. Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto “O Natal em Natal”, promovido pela prefeitura municipal. Ao todo, segundo a prefeitura, são mais de 40 eventos que contemplam dança, música, teatro, audiovisual, artesanato, gastronomia e outras manifestações culturais.
Na zona sul da capital, foi acessa, no dia 3 de dezembro,  a tradicional “árvore de Mirassol”, com 112 metros de altura, ornamentada com enfeites nos formatos de …

Projeto do escritor e professor cearense Gonzaga Mota doa livros para escolas públicas da Capital e do interior

Por Diego Barbosa,  Com a ação, Gonzaga Mota já circulou por 20 instituições, ora aumentando acervos, ora criando novas mini-bibliotecas Com facilidade, a porta em que está cravada a placa "Livros de escritores cearenses" escancara-se em nova visão. Do outro lado do anteparo, o olhar mira num aconchegante espaço, onde repousam, organizadas e coloridas, obras de toda ordem. São títulos tradicionais e contemporâneos, exemplares de poesias, contos, crônicas, romances. Em comum a todos eles, o DNA nosso: possuem assinatura de cearenses. E querem ganhar mais mundos, outras trilhas. Mantido pelo escritor e professor Gonzaga Mota, o gabinete da descrição acima é recanto de possibilidades. Desde o começo deste ano, o profissional mantém um projeto de doação de livros para escolas públicas de Fortaleza e do interior, almejando estender o raio de alcance da leitura, especialmente entre crianças e jovens. A vontade de fazer com que os volumes saltem da…