Feira Nordestina do Livro (Fenelivro) chega à sua 4ª edição no Centro de Convenções, em Olinda

Raimundo Carrero vai ministrar duas oficinas durante a programação. Foto: Paulo Paiva/DP e Divulgação
Raimundo Carrero vai ministrar duas oficinas durante a programação. Foto: Paulo Paiva/DP e Divulgação
Diante da ascensão de discursos totalitários e da intolerância no âmbito político no Brasil, a Feira Nordestina do Livro (Fenelivro) chega à sua 4ª edição apostando no tema Uma nova era de extremos - referência ao livro Era dos extremos, do historiador britânico Eric Hobsbawm. Realizada entre os dias 19 (próxima quarta) e 23 (domingo) no Centro de Convenções, em Olinda, a programação gratuita terá palestras, oficinas e lançamentos, incluindo convidados como Raimundo Carrero, Eduardo Bueno, Luisa Geisler e Julián Fuks, além de shows musicais de Moraes Moreira, Maciel Melo e Jessier Quirino.
Organizado pela Companhia Editora de Pernambuco (Cepe) em parceria com a Associação do Nordeste das Distribuidoras e Editoras de Livros (Andelivros), o evento reunirá 50 expositores, entre editoras nordestinas, distribuidoras de todo o país, colégios e editoras alternativas. A expectativa é receber 50 mil pessoas e movimentar R$ 2 milhões. O auditório principal contará com 300 lugares, enquanto uma outra sala para debates e palestras terá 150 assentos. Também será possível visitar o Café Literário e o Cantinho da Trela, espaço dedicado à literatura infantil. “A feira é importante para realizar um diálogo entre autores, editores e leitores. 

Sabemos que ela tem consequência direta para as pessoas se aproximarem do livro”, diz Ricardo Leitão, presidente da Cepe. A organização disponibilizará ônibus para escolas públicas que queiram fazer uma excursão ao evento. Entre os destaques, estão duas oficinas literárias com Raimundo Carrero (nos dias 20 e 22), a palestra sobre fake news com Vandeck Santiago, do Diario, Fernanda da Escóssia e Juliano Domingues (dia 21), e uma outra intitulada 1968: Uma revolta em casa esquina, com José Almino, Socorro Ferraz, Luiz Alencastro e Homero Fonseca (dia 22). 

No dia 23, haverá lançamento dos livros Pesado (Wilfred Gadelha) e Música para o povo que não ouve (de Cannibal, sobre a banda Devotos). Os homenageados da edição são o escritor cearense Sidney Rocha e o poeta pernambucano Marcus Accioly, falecido em 2017.

Para conferir a programação completa, acesse à página no Facebook:

Fonte: Diário de Pernambuco

Comentários

Mais Visitadas

O Irmão Carlos de Foucauld

Há 50 anos, primeira mulher negra era eleita ao Congresso nos EUA

MASP completa 50 anos de histórias

Memorial do Holocausto lembra 80 anos da Noite dos Cristais em SP

Escreve Pe. Jocy - Dom Delgado