Pular para o conteúdo principal

Haicais

Paulo Eduardo Mendes*
Os verdadeiros poetas versejam na elegância das colocações literárias de alto nível. Jackson Albuquerque surge em "Mais Haicais e Cinquains" sonorizando um canto de poemas tecnicamente formados para luzir na simplicidade do seu talento. São versos simetricamente formados em estilo próprio de quem vive a literatura no clima da inspiração pura.
Livro recheado de palavras "doces, ternas, afetivas" visando transmitir as belezas sentimentais que as emoções tentam preencher nos vazios da alma em trânsito na vida. Jackson consegue a sublimidade de versos na forma belíssima de acomodá-los em "Haicais e Cinquains". Arte dos sensíveis e estudiosos da temática poética. Desabafos de cadência no sentido de cantar saudades.
"Mais Haicais e Cinquains" nos brinda com o verbo do encantamento. Singeleza de versos dentro da sistemática própria dos que se agigantam nas letras. O autor dos versos integra o elenco da Academia Metropolitana de Letras de Fortaleza (Amlef). O acadêmico Jackson Albuquerque tece seus versos na categoria dos inspirados que se aglutinam na espontaneidade do crescimento intelectual da simplicidade.
Versejar em haicais e cinquains revela o pendor de poetar respeitando as regras da elaboração de versos perfeitos. Livro dos bons que nos faz recordar as aulas do Colégio 7 de Setembro e o estímulo para as letras que o Jackson tão bem assimilou e caminha altaneiro no afã de declamar e repassar o que aprendeu desde as bancas escolares. A produção poética do autor bem revela o seu entusiasmo de preservar a cultura do nosso povo.
*Jornalista

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Participe da Coletânea "100 Poetas e 100 Sonetos"

O Instituto Horácio Dídimo de Arte, Cultura e Espiritualidade está selecionando 100 poetas para compor a Coletânea “100 Poetas e 100 Sonetos”. Os sonetos são de tema livre e devem ser metrificados em qualquer tamanho ou estilo, rimados ou não. 

Não haverá taxa de inscrição e nem obrigatoriedade de aquisição do livro pelos participantes, que em contrapartida cedem seus direitos autorais. 

A data e local do lançamento da coletânea serão definidos posteriormente. 

Para participar, envie o seu soneto para o email ihd@institutohoraciodidimo.org ou pelo formulário até 10/07/2019 com uma breve biografia.

Por https://institutohoraciodidimo.org/2019/06/11/coletanea-100-poetas-e-100-sonetos/

O Natal em Natal (RN), a capital potiguar fundada em 25 de dezembro de 1599

Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto 'O Natal em Natal'.
Considerada uma das maiores e mais bonitas do Brasil, a Árvore de Natal instalada no bairro de Mirassol encanta a natalenses e turistas. (Alex Regis/ Secom Natal)
Os moradores da capital do Rio Grande do Norte têm um motivo a mais para se alegrar e vivenciar esta época do ano. Afinal, eles celebram o “Natal em Natal”. Aliás, a capital potiguar recebeu este nome devido a data da sua fundação: 25 de dezembro de 1599. Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto “O Natal em Natal”, promovido pela prefeitura municipal. Ao todo, segundo a prefeitura, são mais de 40 eventos que contemplam dança, música, teatro, audiovisual, artesanato, gastronomia e outras manifestações culturais.
Na zona sul da capital, foi acessa, no dia 3 de dezembro,  a tradicional “árvore de Mirassol”, com 112 metros de altura, ornamentada com enfeites nos formatos de …

POPE FRANCIS GENERAL AUDIENCE 2016.06.08